top of page

Mulheres podem atingir orgasmo sem ejacular? Especialistas explicam



Quando a mulher ejacula, ela está fazendo xixi? A mulher só atinge o orgasmo se ejacular? O g1 conversou com especialistas para tirar dúvidas e quebrar tabus sobre o squirting, termo em inglês usado para nomear a ejaculação feminina.


A mulher que consegue ejacular não está fazendo xixi literalmente, segundo a explicação da ginecologista e sexóloga Carolina Ambrogini. A especialista explicou que é normal deixar a cama “molhada” após a ejaculação e que o líquido liberado pelas mulheres, geralmente, é transparente e sem cheiro. “O squirting é a mesma coisa que a ejaculação feminina. A ejaculação feminina é um material de glândulas que estão ao longo da uretra feminina, são resquícios de glândulas que vieram de origem embrionária. São semelhantes à próstata masculina e, por isso, diferentes da urina. Geralmente, é um líquido claro e sem cheiro”, afirmou Carolina Ambrogini. “A ejaculação varia de pessoa para pessoa. Existem mulheres que vão ejacular em todas as relações, é como se elas liberassem um líquido toda vez que elas transassem. Mas, existem mulheres que vão ter dificuldades e podem não ejacular”, completou a sexóloga.

Apesar disso, alguns estudos apontam que é possível encontrar traços de xixi no líquido expelido durante um squirting. A informação é da sexóloga e psicóloga especializada em sexualidade Michelle Sampaio.

"A mulher não tem a sensação de que ela está fazendo xixi. Ela sente um relaxamento e uma sensação de prazer. Um estudo que foi publicado pelo International Journal of Urology constatou a presença de urina no líquido produzido por um pequeno grupo de mulheres durante um squirting. Uma das substâncias encontradas nesse líquido era a urina", afirmou ao g1. É possível atingir orgasmo sem ejacular A mulher consegue atingir o orgasmo mesmo que não tenha uma ejaculação. A situação do “esguicho” pode ser atingida ou não pela mulher, independente se ela está com outra pessoa ou se autoestimulando.

“Em muitos casos, por falta de conhecimento, as mulheres levam susto ou sentem vergonham quando ejaculam. A maioria das pessoas não sabe o que é isso e acaba achando que é urina.


Existem mulheres, inclusive, que acham que não têm orgasmo porque não ejaculam. Elas acham que precisam ser iguais aos homens, precisam ‘soltar alguma’ coisa. São casos diferentes”, disse Carolina Ambrogini.

A ejaculação feminina é atingida pela minoria das mulheres. A falta de conhecimento sobre este fenômeno pode causar, inclusive, vergonha após sentir prazer.

“O squirting é um fenômeno atingido por uma a cada 10 mulheres. Não são todas a mulheres que atingem e também não está presente em toda relação sexual. Por isso, as mulheres podem se assustar, por não saber ao certo o que foi aquilo. Por vezes, as mulheres também podem se envergonhar”, afirmou Michele Sampaio. ‘Levei susto’, diz universitária sobre primeiro squirting Uma universitária do Rio de Janeiro, que não quis se identificar, não soube do que se tratava quando atingiu o squirting pela primeira vez. A resposta veio após uma busca no Google. “Eu tinha 16 anos quando aconteceu comigo pela primeira vez. Eu achei esquisito, levei um susto no primeiro momento. Como eu era muito jovem e não tinha muita instrução sobre vida sexual, eu não entendi muito bem o que tinha acontecido. Parecia que eu estava fazendo xixi”, disse ao g1. Não é possível controlar a ejaculação, a experiência é involuntária e pode acontecer na presença de outra pessoa ou durante a masturbação.

“É difícil chegar nessa situação, pelo menos para mim. Não é uma coisa corriqueira. Nunca aconteceu com um parceiro, só aconteceu quando eu estava comigo mesma. Na minha vida sexual, eu encontrei poucos parceiros que se importavam com o prazer feminino. Na maioria das vezes, o sexo era voltado para o homem. É difícil chegar no squirting porque é algo muito voltado para a gente”, afirmou a universitária. “Eu só cheguei no squirting com penetração e estimulação clitoriana simultânea. Com as minhas amigas, já aconteceu pelo menos uma vez com cada uma delas. E, na maioria dos casos, elas chegaram no squirting sozinhas”, completou a entrevistada.


Fonte: G1

6 visualizações0 comentário

Opmerkingen


bottom of page