top of page

Jovem fica com o rosto paralisado devido à doença misteriosa



Caoimhe Reddy, de 26 anos, acordou um dia com o lado esquerdo do rosto paralisado. Na noite anterior, a jovem achou que estava apenas com um resfriado e na fatídica manhã, ela achava que sua bochecha estava dormente por “dormir de maneira estranha”. No entanto, sua preocupação aumentou quando ela não conseguiu tomar seu café da manhã e seu reflexo no espelho revelou a paralisia.


—Eu odiava meu sorriso. E agora a minha cara está meio congelada e não consigo sorrir — diz a jovem, numa publicação de vídeo online.


Seu noivo, incentivou-a a ligar para o serviço de emergência do Reino Unido, onde ela mora e uma ambulância foi até o local para avaliar se ela havia sofrido um derrame.


— Eu literalmente senti minha alma deixar meu corpo — disse, diante da possibilidade de um derrame na sua idade.


Caoimhe foi levada às pressas para o Hospital Charing Cross, pois os paramédicos não tinham certeza se os sintomas indicavam um derrame, um traumatismo cranioencefálico (TCE) ou uma infecção. Após múltiplas ressonâncias magnéticas e testes neurológicos, os médicos não conseguiram confirmar um AVC e enviaram-na para casa com comprimidos de esteroides.


No entanto, ela teve que retornar ao hospital seis vezes ao longo de sete semanas para novos exames. Segundo a jovem, a paralisia não mostra sinais de melhora. Ela tem dificuldade para comer, beber e falar, especialmente para pronunciar palavras com sons “P” e “B”.


— Estou tentando vencer uma batalha mental comigo mesmo, comendo demais e bebendo em público. Simplesmente não é um processo elegante; Não consigo fechar a boca. Afetou até metade da minha língua – porque metade da minha língua está paralisada, também perdi metade do uso das minhas papilas gustativas.


Os médicos ainda não sabem exatamente o que causou o problema, mas especulam que pode ser resultado de uma inflamação nos nervos faciais, possivelmente devido a uma infecção. Caoimhe começou a correr para melhorar seu condicionamento físico e iniciou acupuntura para ajudar na saúde mental.


— Eu só quero ser o mais feliz e saudável possível.


Fonte: O Globo

5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page