top of page

Fedeu demais? Entenda quando as fezes indicam problemas no organismo



Assim como o estado dos cabelos e unhas pode revelar informações sobre saúde de alguém, as fezes também são um grande indicador de que algo pode estar errado no organismo. Estudos recentes sugerem que um adulto deve fazer o número dois cerca de três vezes ao dia. No entanto, existem fatores que podem influenciar a frequência da evacuação.


De acordo com a Harvard Medical School, nos Estados Unidos, em casos de estresse severo, a digestão pode parar completamente, levando à constipação. O consumo de bebidas alcoólicas também pode ter consequências: dependendo do tipo de líquido, o indivíduo pode sofrer tanto com intestino preso quanto diarreia.


O formato do cocô pode variar de bolinhas até as fezes líquidas. Porém, o mais saudável é que a fezes sejam inteiriças e com poucas fissuras. A cor do cocô deve ser marrom médio, mas a alimentação e algumas medicações podem influenciar a tonalidade, podendo fazer com que as fezes fiquem amarelas, verdes, pretas, vermelhas ou até mesmo branco pálido.


Geralmente, mudanças irregulares nos hábitos de evacuação somem em um curto espaço de tempo e não são motivo para preocupação. Porém, se recomenda buscar ajuda médica se a alteração persistir ou se algum dos sintomas abaixo for notado:


  • Sangue nas fezes;

  • Fezes com coloração preta;

  • Fezes finas demais;

  • Perda de peso ou febre que acompanha diarreia ou constipação;

  • Dor abdominal intensa;

  • Sangue no vômito.


Mesmo possuindo um odor característico, se as fezes estiverem com um cheiro ao qual você não esteja acostumado, também é recomendado procurar um especialista.


Fonte: Metrópoles

6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page