Dor no estômago pode estar associada a problemas emocionais



Pessoas saudáveis e que não possuem nenhum quadro de doença estomacal podem sofrer com dores no estômago? De acordo com o médico, Thiago Mariani é possível, sim. Essas dores não necessariamente estão ligadas a inflamações ou doenças preexistentes, mas sim a má digestão que está diretamente ligada ao consumo exagerado de substâncias como álcool, fumo, e alimentos gordurosos ou condimentados demais e até a alimentação excessiva e a problemas emocionais.

“Algumas pessoas têm o estômago hipersensível e apresentam sintomas emocionais, como dores e desconfortos, justamente nesse órgão. Quando fazemos a endoscopia, não existe sintoma e não existem perigos para problemas estomacais ao longo da vida, pois não existe inflamação”, explica Thiago.

Cerca de 30% desses quadros de dores no estômago que correspondem aos distúrbios na função digestiva estão relacionados aos maus hábitos adotados no decorrer da vida, isso inclui estilo de vida e hábitos alimentares. Consumo de álcool, cigarro, café, alimentos condimentados e gordurosos, passar longos períodos sem se alimentar, pular refeições ou se alimentar poucas vezes no dia, todos esses hábitos podem resultar em quadros de dores no estômago.


“Quando o problema é emocional, na maior parte dos casos, quando os problemas são sanados os sintomas desaparecem, mas é importante que seja feito o acompanhamento com o médico para saber se realmente o desconforto vem de problemas emocionais”, disse o médico.

O médico disse ainda que o tratamentos de problemas estomacais são realizados com a adoção de bons hábitos na alimentação e no estilo de vida, para evitar que o problema se torne recorrente. Não deve-se usar anti-inflamatório sem recomendação médica. Nos casos dos problemas digestivos o ideal é tratar a causa, e assim a dor costuma desaparecer assim que o problema é sanado.


Fonte: Folha Vitória

3 visualizações0 comentário