top of page

Confira os alimentos tradicionais da ceia de Natal que mais engordam



Um dos motivos para o brasileiro amar tanto o Natal são os pratos deliciosos da ceia. Desde o suculento peru e o salpicão com (ou sem) uvas passas até o pavê e as rabanadas, alguns alimentos tradicionais só entram no cardápio durante as festas de fim de ano. No entanto, algumas dessas opções podem ser altamente calóricas e engordar se consumidas em excesso.


O nutricionista Paulo Henrique Fernandes listou alguns pratos que estão sempre presentes nas ceias de Natal, são altamente calóricos e, por isso, devem ser consumidos com parcimônia. Confira:


Rabanada


A rabanada é feita de pão, um tipo clássico de carboidrato, adoçado com leite condensado e açúcar. Todos esses elementos são transformados em glicose ao serem metabolizados no organismo e, em excesso, promovem o ganho de peso.


Salpicão


Além da maionese – feita à base de óleo – usada para unir os elementos da receita (o que por si só já eleva o nível de gordura do prato), alguns elementos industrializados, como o presunto e a batata palha, não são recomendados pelos profissionais da nutrição para quem quer emagrecer.

Eles normalmente são ricos em sódio e gordura para manter o alimento conservado e com gosto melhor — as substâncias não só podem causar ganho de peso como também aumentar a pressão e o risco de doenças cardiovasculares.


Pavê


Uma das sobremesas mais requisitadas nas festas da época é o pavê. O alimento rico em açúcar e gordura é preparado com leite condensado, chocolate e biscoito, entre outros ingredientes super calóricos.


Não se abstenha de curtir bons momentos


Fernandes destaca que nenhuma comida é capaz de engordar por si só: o que faz mal é o excesso. O peru de Natal, por exemplo, é rico em proteínas magras. Em tese, ele sozinho não causa o aumento de peso, mas se consumido de forma exagerada, tem nível elevado de gorduras totais e pode fazer diferença na balança.


A dica do especialista é deixar as preocupações com o peso de lado e apreciar o momento com a família. “Deixe a ceia como sua refeição livre semanal, o momento específico da semana em que é permitido consumir preparações mais calóricas”, sugere o nutricionista.


Fonte: Metrópoles

9 visualizações0 comentário

Kommentarer


bottom of page