Colesterol alto pode causar queda de fios e cabelo branco, diz estudo



O colesterol é uma gordura que pertence ao nosso organismo e que é importante para o funcionamento do corpo. Usada para produzir hormônios e vitaminas, a substância também faz parte das membranas que compõem o coração, cérebro, fígado e intestino, por exemplo.


Sua grande concentração, no entanto, pode ser extremamente prejudicial a saúde, já que pode obstruir artérias e causar problemas cardíacos, como o infarto. Mas, apesar de não ter sinais físicos claros quando em excesso, um estudo da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, mostra que o colesterol alto pode causar alterações nos cabelos.


Em uma pesquisa feita com camundongos, os cientistas descobriram que uma dieta rica em colesterol pode causar queda de cabelo e clareamento dos mesmos. Os animais foram divididos em dois grupos: um com muito colesterol na dieta, outro com uma alimentação mais balanceada. Nos que tinham mais gordura em sua rotina, 75% deles apresentaram queda de cabelo e clareamento dos pelos.


“Nossas descobertas mostram que uma dieta com muito colesterol causa perda e branqueamento de cabelo em camundongos, e acreditamos que um processo semelhante ocorre em homens que perdem cabelo e experimentam clareamento dos fios quando estão em um regime rico em gordura”, apontaram os autores do estudo.


Perigos do colesterol


O colesterol alto é um problema silencioso, já que seus sintomas são praticamente inexistentes. Só é possível ter certeza dos níveis elevados deste componente através de um exame de sangue. Uma quantidade desproporcional da substância no organismo pode causar um depósito de gordura no fígado que, aí sim, pode ser visto através de:


Principais causas


A má alimentação é a principal responsável pelo colesterol alto. Alimentos ultraprocessados, frituras, embutidos e produtos industrializados são ricos em colesterol e, quando consumidos em grande quantidade, elevam os níveis da substância no sangue.


O sedentarismo também é um dos fatores de risco para o aumento do colesterol, mas o problema pode ser causado ainda por características hereditárias.


Fonte: Metrópoles

4 visualizações0 comentário