Boris Johnson recebe primeira dose da vacina contra a Covid-19



O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, recebeu a primeira dose da vacina contra o coronavírus da Universidade de Oxford em parceria com a AstraZeneca nesta sexta-feira (19), um dia após as garantias dos reguladores britânicos e europeus sobre a segurança do imunizante (leia mais no fim da reportagem). O premiê, de 56 anos, foi vacinado no Hospital St. Thomas em Londres. É a mesma unidade onde ele passou três dias internado na UTI em abril de 2020, infectado com a Covid-19. "Digo a todos: quando vocês receberem uma notificação para tomarem a vacina, por favor façam isso. É a melhor coisa para você, para sua família e para todos os outros", reforçou o primeiro-ministro. Vacina de Oxford é segura e eficaz A agência de medicamentos da União Europeia assegurou, na quinta-feira (18), que a vacina de Oxford/AstraZeneca é "segura e eficaz" no combate ao coronavírus após analisar a suspeita de casos de formação de coágulos em pacientes imunizados. Com disso, diversos países europeus já retomaram o uso do imunizante.

A reguladora disse também que vai continuar a acompanhar e analisar os dados de vacinação no continente, mas que os benefícios da aplicação da vacina superam os riscos. A Organização Mundial da Saúde (OMS) também reforçou que a vacina é segura.

O órgão apresentou o resultado da análise de alguns casos de trombose em idosos, e reforçou que não há indícios de relação com a vacina desenvolvida em parceria com a farmacêutica AstraZeneca. Alguns países europeus suspenderam temporariamente o uso das doses da vacina enquanto a agência investigava as suspeitas.


Fonte: G1

5 visualizações0 comentário