Boris Johnson faz teste de Covid-19 depois de encontro com Bolsonaro, Queiroga e comitiva do Brasil


O governo do Reino Unido confirmou, nesta quinta-feira (23) que o primeiro-ministro do país, Boris Johnson, fez teste de Covid-19 depois do encontro com a comitiva do Brasil que foi a Nova York para participar da Assembleia Geral da ONU.


Na segunda-feira, Johnson recebeu o presidente Jair Bolsonaro e membros do governo do Brasil. Entre eles, estava o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Na terça-feira à noite, o Ministério da Saúde informou que Queiroga está com Covid-19. Antes de receber o diagnóstico, Queiroga participou dos seguintes eventos, pelo menos:

  • Jantou pizza com a comitiva na calçada (como o presidente Bolsonaro não foi vacinado, os brasileiros não podiam comer no salão);

  • Participou da reunião com Boris Johnson;

  • Reuniu-se com investidores;

  • Com a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, teve um encontro com representantes de vítimas de doenças raras na sede da missão brasileira da ONU;

  • Foi à recepção do embaixador brasileiro na ONU (na saída, fez gestos obscenos aos manifestantes);

  • Foi ao prédio da ONU durante o discurso de Bolsonaro;

  • Acompanhou Bolsonaro em uma vista ao Memorial do 11 de Setembro

Anvisa pede para Bolsonaro se isolar A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) recomendou ao governo brasileiro que autoridades que tiveram contato em o ministro da Saúde também fiquem em isolamento por 14 dias. Queiroga ficou em Nova York, de quarentena, enquanto que o resto da comitiva, que testou negativo, já voltou para o Brasil.

Entre as autoridades que tiveram contato próximo com Queiroga nos últimos dias estão o presidente Jair Bolsonaro, os ministros Luiz Eduardo Ramos (Secretaria-Geral da Presidência), Anderson Torres (Justiça) e Gilson Machado (Turismo).


Fonte: G1

10 visualizações0 comentário