Argentina aprova vacina da AstraZeneca/Oxford para uso emergencial



A Argentina aprovou nesta quarta-feira (30) a autorização de emergência para a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca e a Universidade de Oxford, horas após obter sua aprovação no Reino Unido, informou a National Drug Administration, agência reguladora do governo.


O produto, para o qual a Argentina fechou acordo de fabricação, foi inscrito no "registro de vacinas emergenciais de interesse sanitário" pelo prazo de um ano, informou o órgão, em sua resolução. A agência reguladora do país afirma que o produto possui risco-benefício "aceitável". Essa é a terceira vacina contra a Covid-19 autorizada na Argentina para uso emergencial. Na última semana, a agência deu aval para uso emergencial do imunizante da Pfizer e da Sputnik V. Vacinação na Argentina Na terça-feira (29), a Argentina começou a vacinar a população com a Sputnik V, vacina desenvolvida por cientistas russos contra a Covid-19.

As primeiras 300 mil doses da vacina foram entregues na semana passada. Desse total, 123 mil – o equivalente a 41% – foram para a província de Buenos Aires, vizinha à capital, segundo o jornal argentino "La Nación".

A cidade de Buenos Aires recebeu 23,1 mil doses. As outras foram divididas entre Santa Fe (24,1 mil), Córdoba (21,9 mil), Tucumán (11,5 mil), Mendoza (11 mil), Entre Ríos (10,1 mil) e Salta (8,3 mil).


Fonte: G1

3 visualizações0 comentário