Anvisa recebe primeiros documentos da vacina russa Sputnik V contra a Covid-19



A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu, na quarta-feira (29), os documentos prévios que tratam da vacina Sputnik V, produzida na Rússia. De acordo com a agência, porém, esse "ainda não é um pedido formal".


A Anvisa deve autorizar as pesquisas clínicas com testes em humanos no Brasil, que serão realizados em parceria entre o Instituto Gamaleya, da Rússia, e os governos do Paraná e Bahia. Uma reunião técnica ainda deve ocorrer antes da formalização dos documentos.


"Os documentos foram enviados pelo laboratório União Química com um pedido de avaliação prévia da documentação pela Anvisa, antes que o laboratório faça o pedido formal com todos os requisitos necessários", informou a agência em nota.


Fonte: iG

4 visualizações

© 2020 Portal Saúde Agora. Tudo sobre SAÚDE em um só lugar!

  • Instagram