top of page

5 horas de sono por noite é limite para boa saúde em maiores de 50 anos, indica pesquisa



Dormir pelo menos cinco horas por noite pode reduzir a probabilidade de ocorrência de vários problemas crônicos de saúde para pessoas com mais de 50 anos, segundo uma nova pesquisa.

Problemas de saúde podem atrapalhar o sono — mas dormir mal também pode ser um prenúncio ou um risco propriamente dito, segundo eles.

Há evidências de que o sono ajuda a restaurar, descansar e rejuvenescer o corpo e a mente — mas ainda não está claro por que especificamente cinco de horas de sono pode ser importante.

O estudo PLoS Medicine monitorou a saúde e o sono de funcionários públicos do Reino Unido. Todos os cerca de 8 mil participantes responderam a seguinte pergunta: "quantas horas de sono você dorme em média por noite durante a semana?"

Alguns também usaram um relógio de pulso para monitorar o sono.

Eles foram examinados em relação a condições crônicas, incluindo diabetes, câncer e doenças cardíacas, ao longo de duas décadas de acompanhamento.

Algumas das conclusões observadas foram:

Especialistas geralmente recomendam cerca de sete ou oito horas de sono, segundo os pesquisadores da University College London (UCL), no Reino Unido, e da Universidade Paris Cité, na França. Por que dormimos? Os cientistas não sabem ao certo a resposta para essa pergunta, mas está claro que o sono ajuda o cérebro a processar as memórias e faz bem para o humor, a concentração e o metabolismo.

O sono também é uma oportunidade para o cérebro se "limpar" de resíduos. Dicas para dormir bem

  • Se canse durante o dia se mantendo ocupado e ativo, mas diminua o ritmo na hora de dormir;

  • evite cochilos diurnos;

  • estabeleça uma boa rotina noturna e certifique-se de que seu quarto tenha um ambiente relaxante e propício ao sono — cortinas grossas ou persianas com blackout, temperatura ambiente e roupas de cama confortáveis ​​e sem grandes distrações, como usar o celular na cama;

  • reduza ou elimine a cafeína e o álcool perto da hora de dormir;

  • se você não conseguir pegar no sono, não force ou fique frustrado — levante-se e faça algo relaxante, como ler um livro, e depois volte quando estiver com sono;

se você trabalha em turnos antissociais, tente dormir um pouco antes de sua primeira série de turnos noturnos, para fazer a transição. Se você estiver vindo de um turno noturno, tente tirar uma soneca para se recompor e depois vá para a cama cedo naquela noite.

"Este trabalho reforça que dormir pouco não é bom para nós. Geralmente, não é saudável — embora para alguns, possa ser ok", disse o diretor do Surrey Sleep Center, Derk-Jan Dijk, à BBC News.

"A grande questão é por que algumas pessoas dormem menos. O que está causando isso, e há algo que possamos fazer em relação a isso? O sono é um fator de estilo de vida modificável até certo ponto." Longos períodos dormindo mal podem afetar severamente o bem-estar.

Os médicos do sistema público de saúde do Reino Unido raramente receitam medicamentos para dormir, que podem ter sérios efeitos colaterais e causar dependência.

Mas os problemas de sono geralmente podem ser resolvidos com ajuda profissional.


Fonte: G1

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page