top of page

Pneumonia: entenda o que é a doença e os fatores de risco; Lula foi diagnosticado com quadro leve



O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) precisou adiar para domingo (26) o embarque à China após ser diagnosticado com quadro leve de pneumonia viral.


A pneumonia é uma doença inflamatória nos pulmões causada por microorganismos (vírus, bactérias ou fungos) ou a inalação de substâncias que comprometam as estruturas pulmonares. Confira abaixo como é transmitida, os fatores de risco e os tratamentos: 🧪 Tipos de pneumonia

  • Viral (a que o Lula tem): causada por vírus. A gripe (vírus influenza) e o resfriado comum (rinovírus) são as causas mais comuns de pneumonia viral em adultos. O vírus sincicial respiratório (VSR) é a causa mais comum de pneumonia viral em crianças pequenas. Muitos outros vírus podem causar pneumonia, incluindo SARS-CoV-2, o vírus que causa o Covid-19.

  • Bacteriana: é causada por vários tipos de bactérias, mas, principalmente, pelo pneumococo.

  • Fúngica: mais comum em pessoas com problemas crônicos de saúde ou sistema imunológico enfraquecido e em pessoas que inalaram grande quantidade de fungo. Os fungos que causam a doença podem ser encontrados no solo ou em fezes de pássaros, como pombos.

O vírus mais comum que causa pneumonia é o influenza e começa a aumentar a sua circulação no Hemisfério Sul no início do outono ao inverno. Essa pneumonia, quando diagnosticada de forma precoce e tratada com medicação antiviral, tem uma evolução mais favorável que a bacteriana. 🤧 Transmissão Segundo o Ministério da Saúde, a pneumonia pode ser adquirida pelo ar, saliva, secreções ou, na época do inverno, devido a mudanças bruscas de temperatura.

Essas mudanças comprometem o funcionamento dos pelos do nariz responsáveis pela filtragem do ar aspirado, o que acarreta uma maior exposição aos microorganismos causadores da doença.

Segundo o Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos (NIH, na sigla em inglês), a pneumonia pode afetar pessoas de todas as idades. No entanto, duas faixas etárias correm maior risco de desenvolver pneumonia e ter um quadro mais grave.

  • Bebês e crianças de 2 anos ou menos correm maior risco porque seus sistemas imunológicos ainda estão se desenvolvendo. Esse risco é maior para bebês prematuros.

  • Adultos mais velhos, com 65 anos ou mais, também têm maior risco porque os sistemas imunológicos geralmente enfraquecem à medida que as pessoas envelhecem. Os mais velhos também são mais propensos a ter outras condições de saúde crônicas (de longo prazo) que aumentam o risco de pneumonia.

🚬 Fatores de risco Em um cenário que considera TODOS os tipos de pneumonia, são fatores de risco:

  • fumo: provoca reação inflamatória que facilita a penetração de agentes infecciosos;

  • álcool: interfere no sistema imunológico e na capacidade de defesa do aparelho respiratório;

  • ar-condicionado: deixa o ar muito seco, facilitando a infecção por vírus e bactérias;

  • resfriados mal cuidados;

  • mudanças bruscas de temperatura.

🤒 Principais sintomas da pneumonia

  • falta de ar;

  • cansaço;

  • dor no tórax;

  • febre alta;

  • tosse.

🩺 Diagnóstico Exame clínico, auscultação dos pulmões e radiografias de tórax são recursos essenciais para o diagnóstico das pneumonias. 💊 Tratamento O tratamento depende do tipo de pneumonia. Se for bacteriana, o paciente irá tomar antibiótico. Já na viral, o tratamento inclui apenas medicamentos para aliviar sintomas, como febre e dor.

Se diagnosticada e tratada de forma adequada, dificilmente o paciente terá um agravamento do quadro. Se não tratada, a pneumonia pode evoluir para um quadro mais grave, causando até a morte. Fonte: G1

11 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page