PMDF alega gastos excessivos com Covid-19 e suspende cirurgias eletivas



A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) suspendeu as cirurgias eletivas em todas as especialidades médicas atendidas pelo plano de saúde da corporação, desde segunda-feira (17/8). A informação foi repassada à tropa por meio de uma circular, na qual foi explicado que o corte nos serviços se deve à pandemia provocada pelo novo coronavírus.


Praças e oficiais da ativa e aposentados, além de seus familiares, permanecem tendo direto a atendimento em casos de urgência e emergência.


De acordo com o documento elaborado pelo Departamento de Saúde e Assistência ao Pessoal (DSAP) da PMDF, a corporação se viu obrigada a destinar grande parte do seu orçamento para custear despesas com serviços de urgência e emergência por conta do aumento da demanda envolvendo tratamentos para o combate à Covid-19.


A PMDF ainda ressalta, no documento, ter pedido crédito suplementar de R$ 28 milhões à Secretaria de Economia, mas não foi atendida.


Apesar da suspensão das cirurgias eletivas, outros tratamentos que não podem ser interrompidos permanecem com as consultas ativas. É o caso dos atendimentos oncológicos, cardiológicos, de hemodiálise, home care, saúde mental, psiquiátricos, e outros que possuem caráter urgente e não podem ser paralisados.


O documento reforça, ainda, que serviços como os de atendimento ambulatorial em imagenologia, laboratório de análises clínicas, medicina transfusional, genética, anátomo patologia e citopatologia também foram suspensos tanto no centro médico da PMDF quanto nos hospitais da rede credenciada.


Segundo o DSAP, a medida será mantida enquanto durar o estado de contingenciamento ou mediante comunicação expressa do departamento.


“Além das medidas austeras e diligentes de controle dos gastos de saúde da PMDF, estão sendo implantadas outras para racionalização das despesas, como a auditoria rigorosa das contas médicas com aplicação de protocolos mais exigentes, fiscalização efetiva dos contratos vigentes e regulação dos serviços oncológicos”, aponta.

Procurada pelo Metrópoles, a corporação confirmou todas as informações divulgadas por meio da circular.


Fonte: Metrópoles

7 visualizações

© 2020 Portal Saúde Agora. Tudo sobre SAÚDE em um só lugar!

  • Instagram