Morre o banqueiro Joseph Safra, aos 82 anos, homem mais rico do Brasil



Considerado o homem mais rico do Brasil, o banqueiro Joseph Safra morreu na manhã desta quinta-feira (10/12), aos 82 anos, em São Paulo.


De origem libanesa, ele fundou o banco Safra e estava entre os 40 homens mais ricos do mundo, segundo ranking elaborado pela revista Forbes. Segundo a versão brasileira da publicação, Safra era o homem mais rico do país, ao desbancar, este ano, Jorge Paulo Lemann.


De acordo com a assessoria de imprensa do banco Safra, o empresário morreu de causas naturais.


Joseph Safra tinha uma fortuna estimada em R$ 119,08 bilhões. Ele chegou ao Brasil na década de 1960 para dar continuidade aos negócios do pai.


Em 1969, casou-se com Vicky Sarfaty, com quem teve 4 filhos e 14 netos.


O presidente da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), Isaac Sidney, publicou uma nota sobre a morte de Joseph Safra:


“É com muito pesar que recebemos a perda de Joseph Safra. Figura emblemática do setor bancário no país, descendente de banqueiros e com visão estratégica sobre o país, Joseph Safra foi também um exemplo como empresário e filantropo. Sua contribuição para escolas, museus e instituições, não só no Brasil, quanto em outros países, é marcante. O legado de sua atuação no desenvolvimento da economia nacional ficará sempre marcado na história do Brasil, país que ele adotou 58 anos atrás”.


Fonte: Metrópoles

7 visualizações0 comentário