Homem morre de infecção cerebral após picada de carrapato nos EUA



O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos informou que um homem do estado americano do Maine morreu após sofrer uma infecção cerebral rara provocada pela picada de um carrapato.


De acordo com as autoridades, a vítima, que não teve o nome identificado, apresentou sintomas neurológicos graves e chegou a receber tratamento para infecção, mas não resistiu.


O caso foi associado à infecção pelo Powassan, um flavivírus raro, transmitido por carrapatos do gênero Ixodes, que pode chegar ao cérebro causando uma infecção letal.


Os sintomas costumam surgir entre uma semana e um mês após a picada e incluem febre, dor de cabeça, vômitos, fraqueza, confusão mental, convulsões, perda de memória e problemas neurológicos graves, como inflamação do cérebro ou da medula espinhal, que pode levar à morte. Não existe vacina ou medicamentos antivirais específicos para tratar a infecção.


Os casos são muito raros, com cerca de 24 registros de infecção por ano nos EUA, segundo o CDC. A maioria das pessoas fica assintomática.


Depois do caso, o CDC fez um alerta nessa quarta-feira (20/4) para que os moradores do estado e visitantes tomem cuidado nas áreas onde pode haver a presença de carrapatos. As pessoas que fizerem trilhas devem evitem acampar locais com mato alto, usar repelentes e roupas que cubram o corpo.


Fonte: Metrópoles

15 visualizações0 comentário