DF: hospitais do Grupo Santa desmobilizam unidades exclusivas de Covid


Após quase 20 meses e mais de 21 milhões de casos de Covid-19 confirmados no Brasil, os números de internações pela doença começaram a cair. Baseado neste novo cenário, os hospitais Santa Lúcia Sul, Santa Lúcia Norte e Santa Lúcia Gama desmobilizaram suas unidades exclusivas para pacientes infectados com o vírus no Distrito Federal.


De acordo com o Grupo Santa, os infectados serão encaminhados para leitos e quartos específicos, capazes de atender as demandas médicas exigidas com mais conforto e segurança, respeitando os cuidados necessários de precaução respiratória, sem colocar em risco outros pacientes no ambiente hospitalar.


Os hospitais Santa Lúcia informam que continuarão atendendo os pacientes diagnosticados com a doença, seguindo as recomendações estabelecidas por nova portaria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que trouxe atualizações de protocolos de atendimento hospitalar àqueles diagnosticados com coronavírus.


O pronto-socorro de cada uma das unidades também continuará com áreas dedicadas ao atendimento de Covid-19, com melhor organização no fluxo.


O grupo hospitalar chegou a ter cerca de 60% de seus leitos ocupados (sendo 100% nas UTIs) por pacientes da Covid-19 nas piores fases da pandemia, e hoje está em menos de 5%. Ao todo, quase 10 mil pacientes em unidades de Terapia Intensiva (UTIs) foram salvos da doença nas unidades do Santa em Brasília, Cuiabá e Anápolis.


Fonte: Metrópoles

2 visualizações0 comentário