Cremerj suspende temporariamente o registro de Dr. Jairinho para exercer a medicina


O Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj) aplicou uma suspensão temporária do registro de Jairo Souza Santos Júnior, conhecido como Dr. Jairinho, para o exercício da medicina. A medida é um recurso para proteger a população e garantir a boa prática médica.


A decisão teve como base a possível infração ao Código de Ética Médica, no tópico "causar dano ao paciente por ação ou omissão, por imprudência, imperícia ou negligência".

O Cremerj abriu uma sindicância em março contra Jairinho para investigar uma possível omissão de socorro ao enteado, o menino Henry Borel, de 4 anos.

A entidade quer saber se Dr. Jairinho, que é médico, não prestou assistência à criança no dia 8 de março, quando morreu. Ele está preso acusado de matar a criança.

Segundo o Cremerj, o processo contra Jairinho segue em andamento e corre sob sigilo. Entre as possíveis punições previstas, caso seja condenado, estão desde a advertência até a cassação definitiva do registro.


Fonte: G1

5 visualizações0 comentário