Covid-19: milhares tomaram AstraZeneca vencida no Brasil


Cerca de 26 mil doses da vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca fora da validade foram aplicadas em 1.532 municípios (confira os lotes abaixo). Os dados são de registros oficiais do Ministério da Saúde e foram divulgados pela Folha.


A cidade que mais usou vacinas vencidas é Maringá, no Paraná, que vacinou 3.536 pessoas com o produto fora da validade em primeiras doses. Depois vem Belém, no Pará, que aplicou 2.673; a cidade de São Paulo aplicou 996; Nilópolis, no Rio de Janeiro, 852, e Salvador, na Bahia, 824.

As outras cidades aplicaram menos de 700 vacinas vencidas, mas a maioria não passou de 10 doses.


Outras 114 mil doses do imunizante da AstraZeneca distribuídas a estados e municípios dentro do prazo de validade também já venceram, mas não se sabe foram descartadas ou se continuam sendo aplicadas.


Mais da metade (57%) das doses aplicadas neste ano no Brasil foram da AstraZeneca. Vale lembrar que a grande maioria foi utilizada de acordo com as orientações do fabricante -- ou seja, dentro da validade estabelecida.


O que fazer agora?


Os imunizantes aplicados fora da validade fazem parte de oito lotes da AstraZeneca importados ou adquiridos por consórcio. São eles:

  • 4120Z001 expirou em 29/03

  • 4120Z004 expirou em 13/04

  • 4120Z005 expirou em 14/04

  • CTMAV505 expirou em 30/04

  • CTMAV506 expirou em 31/05

  • CTMAV520 expirou em 31/05

  • 4120Z025 expirou em 04/06

Quem tiver recebido uma dose de um desses oito lotes de AstraZeneca após a data de validade deve procurar uma unidade de saúde para orientações. Segundo o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra Covid-19, quem tomou imunizante fora da validade precisa se revacinar pelo menos 28 dias depois de ter recebido a dose aplicara erroneamente.


Fonte: IG

12 visualizações0 comentário