Cadáver de vítima da covid-19 é dissecado em evento sem conhecimento da família


O corpo de David Saunders, vítima da Covid-19 aos 98 anos, foi recentemente necropsiado e dissecado em frente a uma plateia na cidade de Portland, no estado americano do Oregon.

A família, no entanto, alega não ter sido avisada sobre o evento e que autorizou apenas a realização de estudos com o corpo do ente querido.


A Expo Oddities and Curiosities (exposição de bizarrices e curiosidades) ocorreu no dia 17 de outubro e contou com ingressos que chegavam a 500 dólares, cerca de 2,8 mil reais. Porém, com a repercussão do insólito episódio, não demorou muito para que os familiares de Saunders descobrissem o ocorrido.


Conforme informações do UOL, em sua defesa, o organizador do evento, Jeremy Ciliberto, declarou que a família havia autorizado a utilização do corpo.

Este não é um espetáculo à parte. Isso é muito profissional", declarou Ciliberto em comunicado.

Uma segunda apresentação ocorreria no Halloween, na cidade de Las Vegas, mas, com o elevado número de críticas, acabou sendo cancelada.


Em declaração ao site King 5, o agente funerário que foi responsável pela preparação do corpo do idoso, Mike Clark, afirmou estar "realmente triste por este cavalheiro não ter recebido a dignidade e o respeito que ele merecia".


"Toda a nossa equipe ficou horrorizada com o fato de que foi isso o que aconteceu com o corpo quando a família pensou que ele seria usado para pesquisas de estudantes de medicina", finalizou.


Segundo a fonte, o caso deverá ser investigado pela polícia de Oregon.


Fonte: Aventuras na História

6 visualizações0 comentário