top of page

BBB24: Yasmin Brunet sofre com abstinência ao vape: é pior que o cigarro? Estudo responde



A modelo Yasmin Brunet pegou de surpresa os espectadores do "BBB24" ao revelar que está sofrendo abstinência de cigarro eletrônico. Durante a prova do líder, ela comentou, abalada, que estava sentindo falta de fumar seu vape.


Assim como o cigarro comum, o eletrônico também pode causar dependência e, consequentemente, abstinência. Isso porque o principal composto dos vapes é a nicotina.


Segundo a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), os cigarros eletrônicos "possuem quantidades variáveis de nicotina e outras substâncias tóxicas, tornando suas emissões prejudiciais tanto para quem faz o uso direto quanto para quem é exposto aos aerossóis".


Um estudo publicado na revista científica Addiction, no começo de 2023, comparou as percepções sobre o vício em vapes. A pesquisa foi realizada com 832 adultos que usam cigarros eletrônicos na Inglaterra. O trabalho buscou entender até que ponto os utilizadores de vape experimentam dependência e como esta se compara ao tabaco.


A pesquisa foi feita com base em autorrelatos dos usuários e sua percepção de dependência de vapes e de dependência percebida em comparação com cigarros comuns. O estudo explorou as conexões entre o vício percebido e os sinais de vício, incluindo o tempo que as pessoas levavam para vaporizar pela primeira vez pela manhã, o desejo de fumar o cigarro eletrônico, bem como características de vaporização, como frequência e prazer gerado.


De todos os participantes, 17% relataram sentir-se muito viciados em cigarros eletrônicos, enquanto 35% consideraram os cigarros eletrônicos tão viciantes quanto os cigarros de tabaco, e pouco menos de 6% acharam que os cigarros eletrônicos eram mais viciantes que os cigarros de tabaco. Os participantes eram predominantemente jovens (28% tinham entre 18 e 24 anos; 27% tinham entre 25 e 39 anos), do sexo masculino (64%) e com média escolaridade.


O estudo mostrou que vários fatores ligados à dependência da nicotina também estão relacionados ao sentimento de grande dependência de cigarros eletrônicos. Isso incluía vaporizar logo após acordar, sentir forte vontade de vaporizar e usar o líquido com alto teor de nicotina. Os participantes do estudo que vaporizaram 5 minutos depois de acordar tiveram maior probabilidade de relatar que se sentiam muito viciados em comparação com aqueles que esperaram mais de uma hora antes de vaporizar. Da mesma forma, aqueles que relataram fortes impulsos para vaporizar tiveram maiores chances de se sentirem muito viciados em relação aos impulsos moderados.


Além disso, os níveis de nicotina líquida também tiveram um papel no vício, já que as pessoas que usavam o líquido com muito alto teor de nicotina (> 15mg/ml) tinham maiores chances de se sentirem muito viciadas em comparação com aquelas que usavam pouca ou nenhuma nicotina. Em termos de padrões de vaporização, descobriu-se que o uso de cigarros eletrônicos todos os dias e o prazer extremo da vaporização também estão associados à sensação de muito vício.


Fonte: O Globo

3 visualizações0 comentário
bottom of page