top of page

Xô, bad vibe! Estudo elege as músicas mais felizes do mundo



Apesar de algumas pessoas aproveitarem a bad vibe para escutar músicas tristes e curtir a sofrência, também há quem afaste o desânimo ouvindo canções alegres. Pensando nesses indivíduos, o psicólogo Michael Bonshor, da Universidade de Sheffield, no Reino Unido, descobriu quais são as canções mais felizes do mundo e a fórmula para criar uma faixa positiva.


Segundo o estudo, a música mais feliz já composta é Good Vibration, da banda The Beach Boys. Na segunda e terceira posição estão I Got You (I Feel Good), de James Brown, e House of Fun, da banda Madness, respectivamente.


As canções mais positivas, segundo Bonshor, são harmonizadas com 137 batidas por minuto (bpm) e estruturadas em verso – refrão – verso – refrão. Elas são temperadas com elementos imprevisíveis, como mudanças de tom e acordes com sétimas, um padrão geralmente usado para transitar entre um acorde e outro.


“Gostamos dos acordes com sétima porque eles despertam interesse. Os acordes tradicionais são compostos de três notas, enquanto os com sétima são uma tétrade, ou seja, quatro notas, o que proporciona uma sensação de tensão e alívio musical”, explica Bonshor. O psicólogo constatou que as músicas mais alegres geralmente são compostas com acordes maiores.


Para dançar junto


“As músicas felizes geralmente têm uma batida forte de 1-2-1-2, para que você possa dançar junto“, afirma o pesquisador. Ele explica que uma introdução rápida captura logo a atenção do ouvinte e evita uma longa construção de clima.


A cereja do bolo, segundo o pesquisador, é o ritmo repetitivo ou o riff de guitarra, pequeno trecho instrumental que se repete durante a música, gruda na cabeça das pessoas e se torna memorável.


Todos os elementos da fórmula descrita pelo psicólogo estão em uma canção chamada The Lighter Note, que é comprovada cientificamente como uma ferramenta para ajudar a diminuir a tristeza tradicional do inverno em países frios.


Válvula de escape


Uma pesquisa com 2 mil britânicos descobriu que dois terços dos participantes ouvem música para se animar e 40% citam o clima frio e as noites escuras como motivo para recorrer à música como válvula de escape.


Entre os voluntários, 71% disseram que a música é uma das influências mais poderosas em seu humor. Em média, os participantes têm oito músicas que não falham em animar os dias difíceis. Eles precisam ouvir apenas 14 segundos das composições para se alegrar.


O pop foi visto como o gênero mais feliz pela maioria dos entrevistados, mas 69% afirmaram que gostam de variar o estilo. Quando questionados sobre qual música melhora o humor, eles apontaram Don’t Stop Me Now, da banda Queen. Porém, vale ressaltar que a música mais feliz do mundo é a que funciona para você, já que a canção preferida é algo subjetivo.


Fonte: Metrópoles

5 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page