Veja: família quebra porta de hospital e leva corpo até cemitério



O corpo do colombiano Ramón Eliécer Quintero Quinchilla, de 59 anos, virou alvo de comentários nas redes sociais, já que a família do morto resolveu, nessa quinta-feira (8/4), quebrar as portas de um hospital para retirar o cadáver. Depois do episódio, os envolvidos pediram desculpas publicamente.



O governador do departamento de Magdalena, na Colômbia, afirmou aos jornais locais que o intuito da ação foi oferecer um “enterro cristão” ao homem, que, de acordo com as informações, morreu vítima da Covid-19.


Nas cenas, que circulam pelas redes sociais, é possível ver que o corpo foi levado de maca. Os jornais ainda informaram que a família percorreu, com o cadáver, sete quarteirões até o cemitério.

A filha mais velha da vítima, Rosa Katherine Quintero, afirmou ao jornal El Heraldo: “Peço desculpas ao município, não somos vândalos, mas como pobres temos que agir assim para que eles nos escutem”.


Ela ainda disse que a família vai arrecadar uma quantia junto à comunidade onde mora para pagar os danos ao hospital.


Os parentes ainda contrariaram o laudo médico e disseram que Ramón não estava com Covid-19, mas que sofria de problema respiratório.


O Hospital San Rafael e o governador do departamento Magdalena, Carlos Caicedo, repudiaram o ocorrido.

Fonte: Metrópoles

2 visualizações0 comentário