top of page

'Vampiro': pesquisadores americanos encontram primeiro vírus capaz de atacar outros para se replicar



Pesquisadores da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, observaram pela primeira vez o que chamam de “vírus vampiro”, quando patógenos atacam outros vírus para se replicar. O processo inverte a lógica da maioria dos vírus, que usam um ao outro para se auto-replicarem.

Segundo o britânico Daily Mail, a cepa pesquisada, encontrada da natureza, contém um tipo de vírus que infecta bactérias, agarrou-se ao “pescoço” de um vírus transmitido pelo solo, por isso o nome “vampiro”. A equipe de cientistas também observou que o processo envolve um vírus satélite e outro auxiliar.

— Quando vi isso, pensei: ‘Não posso acreditar nisso. 'Ninguém jamais viu um bacteriófago - ou qualquer outro vírus - ligar-se a outro vírus — disse o biólogo e autor da pesquisa Tagide de Carvalho.

A equipe estudou uma amostra de um vírus que infecta células bacterianas como “satélite” e a espécie de bactéria encontrada no solo Streptomyces como a auxiliar. O comportamento esperado era que a bactéria não se ligasse ao auxiliar, mas foi identificado que a amostra satélite é o primeiro caso conhecido sem gene de integração.

Um experimento mostrou que 80% das amostras auxiliares tinham um vírus satélite preso no pescoço da célula. — Este satélite tem sintonizado e otimizado o seu genoma para ser associado ao auxiliar há, eu diria, pelo menos 100 milhões de anos — disse Ivan Erill, professor de ciências biológicas.


Fonte: O Globo

4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page