Vacinação de idosos em drive-thrus em Fortaleza deixa de acontecer até a chegada de novas doses



O drive-thru de vacinação de idosos contra a Covid-19 mediante agendamento em Fortaleza não acontece desde esta sexta-feira (19) e só deve retornar quando novas remessas do imunizante forem enviadas. A estratégia acontecia, nos últimos dias, no shopping RioMar Kennedy e na Arena Castelão. Os pontos de vacinação nos Cucas dos Bairros Jangurussu e Mondubim também foram interrompidos. Nestes locais, os idosos se encaminham à pé para receber o imunizante.


Além disso, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que encerra neste fim de semana a aplicação das primeiras doses recebidas até o momento em trabalhadores da linha de frente do combate à pandemia.

“Neste sábado e domingo, Fortaleza encerra com a D1 que recebeu até o momento. Mas é importante destacar que a campanha continua com a aplicação da segunda dose, que está assegurada àqueles que receberam a primeira”, afirmou a secretária municipal da Saúde, Ana Estela Leite.

Um mês após a chegada da primeira remessa de vacinas contra a Covid-19 a Fortaleza, a capital alcançou a marca de 112.362 pessoas contempladas com a primeira dose dos imunobiológicos disponíveis (CoronaVac e Oxford/AstraZeneca). Aplicação da segunda dose da vacina Segundo a SMS, neste fim de semana, a aplicação das segundas doses continuará, somente para trabalhadores da saúde. Eles são atendidos mediante agendamento no Centro de Eventos do Ceará. Idosos residentes em Instituições de Longa Permanência serão contemplados nos abrigos onde residem também com a segunda dose.

Ainda de acordo com a pasta, aqueles vacinados com o imunobiológico de Oxford/AstraZeneca devem aguardar o intervalo adequado à aplicação da segunda dose, aprazada para cerca de 90 dias após a primeira.

A secretária municipal de Saúde, Ana Estela, lembrou que a partir do envio de novas remessas pelo Ministério da Saúde, a secretaria irá retomar a administração de primeiras doses nos grupos prioritários incluídos na primeira fase da campanha de vacinação. O avanço para as próximas etapas ocorrerão mediante a conclusão da primeira. “Idosos acima de 60 anos estão inclusos na segunda fase da campanha. Ainda esperamos receber mais doses para concluir o grupo de idosos acima de 75 anos e trabalhadores da saúde”, esclareceu. Novas vagas nas unidades de saúde Também de acordo com Ana Estela, em virtude do aumento de casos, os equipamentos de saúde de Fortaleza são preparados para, no possível, acolher a atual demanda de pacientes infectados. Em processo de instalação, cerca de 170 novos leitos anexos fortalecerão, até 23 de fevereiro, a capacidade assistencial das seis Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) municipais.

Além disso, os equipamentos terão, em suas estruturas internas, um aumento gradual de vagas destinadas ao tratamento da Covid-19. Serão 30 novos leitos na unidade do Edson Queiroz, 30 no Vila Velha, 30 no Bom Jardim, 40 no Jangurussu e 40 no Itaperi.

Já o Instituto Dr. José Frota (IJF2) está operando com 10 novas vagas de terapia intensiva, enquanto o Hospital e Maternidade Dra. Zilda Arns (Hospital da Mulher) está aumentando a capacidade de atendimento por meio da instalação de 30 novos leitos de enfermaria.


Fonte: G1

8 visualizações0 comentário

© 2020 Portal Saúde Agora. Tudo sobre SAÚDE em um só lugar!

  • Instagram