Vacinação de crianças segue suspensa no Rio e deve ser retomada só na sexta


 
 

O calendário de vacinação de crianças contra Covid na cidade do Rio de Janeiro foi interrompido mais uma vez por causa da falta de doses do imunizante na capital fluminense. Apenas as crianças com comorbidades seguem sendo vacinadas. De acordo com o secretário Daniel Soranz, a expectativa é que o Rio receba cem mil doses na quinta-feira (3) e, assim, a vacinação seja retomada na sexta (4), adiantando o calendário.


“A gente, infelizmente, não tem mais doses. Mas, na quinta-feira, está prevista a cidade do Rio de Janeiro receber mais cem mil doses. Então, na sexta, o calendário retorna com as crianças de sete e de seis anos. E no sábado, sete e seis anos”, afirmou Soranz em entrevista ao Bom Dia Rio. O secretário de Saúde do Rio, Daniel Soranz, acrescentou que a cobertura vacinal em crianças está aquém do esperado.

“Até o momento, a gente conseguiu vacinar 40% das crianças da faixa etária de 8 a 11 anos. É uma cobertura baixa, uma adesão muito baixa à vacinação”, afirmou. “Mesmo com uma adesão baixa, a gente é obrigado a suspender o calendário de vacina por falta de doses”, disse o secretário.

Ele voltou a afirmar que as vacinas infantis aprovadas pela Anvisa são seguras e utilizadas em larga escala em vários países do mundo.

Soranz destaca que, para a vacinação das crianças de cinco anos na próxima semana, será preciso que o Rio receba mais doses de imunizante.

“Para concluir a faixa etária de cinco anos, a gente precisaria de mais doses ainda, receber mais doses de Pfizer pediátrica no fim de semana para concluir na seguinte as crianças de cinco anos”, ressaltou o secretário. Segundo a secretaria, a vacina contra a Covid-19 segue disponível para os seguintes grupos:

  • 1ª dose para crianças com deficiência e/ou comorbidades entre 5 e 11 anos; pessoas com 12 anos ou mais;

  • 2ª dose de acordo com a data do comprovante de vacinação;

  • dose de reforço para pessoas com 18 anos ou mais que tomaram a segunda dose há pelo menos quatro meses;

  • segunda dose de reforço para pessoas com 18 anos ou mais que tenham imunossupressão e receberam três doses no esquema primário.

Também por falta de doses, o calendário de vacinação infantil tinha sido interrompido por seis dias no Rio e foi retomado no último dia 24. Posteriormente, um calendário que ia até as crianças de 5 anos foi divulgado. Nesta segunda, foram vacinadas meninas de 7 anos ou mais. O avanço no calendário ocorreu depois da chegada de uma remessa de vacinas CoronaVac pra vacinação infantil nesta segunda-feira (24).

O Ministério da Saúde diz que já distribuiu mais de 491,7 mil doses de vacinas pediátricas contra a Covid-19 para o estado do Rio de Janeiro e acrescenta que, nos próximos dias, cerca de 400 mil doses serão enviadas para o estado, responsável pela distribuição aos municípios.


Fonte: G1

7 visualizações0 comentário