VÍDEO: Flávio Bolsonaro e Queiroga são hostilizados em posto de saúde, em Brasília


 
 

O senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) e o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, foram hostilizados no fim da manhã desta quinta-feira (14), na saída da Unidade Básica de Saúde (UBS) 1, na Asa Sul, em Brasília. Flávio Bolsonaro havia ido ao local para tomar a segunda dose da vacina contra a Covid-19.


O grupo usou palavras como "genocida", "miliciano" e "assassino" para falar do senador e do ministro. Em meio aos xingamentos, os dois saíram do local em carros diferentes. O g1 questionou o Ministério da Saúde e a Secretaria de Saúde do DF (SES-DF) sobre a situação. No entanto, não recebeu resposta até a última atualização desta reportagem.

Mais cedo, Marcelo Queiroga aplicou a dose de reforço no ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI). O general Augusto Heleno foi vacinado na UBS 2, na Asa Norte. Fonte: G1

4 visualizações0 comentário