USP retoma aulas presencias nesta segunda e mantém obrigatório o uso de máscara


 
 

Após dois anos de pandemia, com aulas e atividades a distância, a USP começa a receber presencialmente nesta segunda (14) mais de 11 mil estudantes que ingressaram neste ano pelo vestibular da Fuvest e pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), além de quase 100 mil alunos de graduação e pós-graduação - incluindo aqueles que estão no segundo e no terceiro ano de curso, mas que não tiveram a oportunidade de frequentar os campi universitários.


De acordo com a reitoria, como a maioria das atividades na Universidade são realizadas predominantemente em ambientes fechados, os protocolos preveem o uso contínuo de máscaras em todos os espaços. No estado, desde a última quarta-feira foi retirada a obrigatoriedade da máscara em ambientes abertos. O governo estuda ampliar a flexibilização até o final de março. Além disso, os novos alunos precisam apresentar a comprovação de vacinação contra a Covid-19 (esquema vacinal completo) e de eventuais doses de reforço até a segunda etapa virtual de confirmação da matrícula da sua respectiva chamada.

Professores, funcionários e estudantes de anos anteriores também tiveram que anexar o comprovante no sistema computacional da USP. Ele será obrigatório em todas as atividades desenvolvidas nos campi da Universidade. Vestibular 2022 A carreira de Medicina em São Paulo lidera o ranking de concorrência do vestibular Fuvest 2022, tanto no número total de candidatos inscritos - 15.224 estudantes -, quanto na relação de candidatos por vaga, com índice de 124,8 por vaga.

O curso de Direito (São Paulo e Ribeirão Preto) ficou em segundo lugar, com 8.130 estudantes inscritos; seguido de Medicina (Ribeirão Preto), com 7.560 inscritos. Veja os 10 cursos mais concorridos da Fuvest:

  • Medicina (São Paulo) - 124,8 candidatos por vaga

  • Medicina (Ribeirão Preto) -100,8 candidatos por vaga

  • Medicina (Bauru) - 96,1 candidatos por vaga

  • Psicologia (São Paulo) - 62,2 candidatos por vaga

  • Relações Internacionais (São Paulo) - 47,2 candidatos por vaga

  • Ciências Biomédicas (São Paulo) - 45,0 candidatos por vaga

  • Curso Superior do Audiovisual (São Paulo)- 43,3 candidatos por vaga

  • Psicologia (Ribeirão Preto) - 39,2 candidatos por vaga

  • Design (São Paulo) - 34,7 candidatos por vaga

  • Medicina Veterinária (São Paulo) - 33,9 candidatos por vaga

O total de participantes deste ano é menor do que o da edição passada do vestibular. A queda foi maior entre o grupo conhecido como PPI: os pretos, pardos ou indígenas.

Do total da USP, pouco mais de 20 mil, ou 20,1%, se autodeclararam pretos, pardos ou indígenas no ato de inscrição. É a menor proporção em nove anos, maior apenas que a da Fuvest 2013, quando 19,6% dos candidatos eram PPI.


Fonte: G1

4 visualizações0 comentário