Secretaria de Saúde amplia vacinação contra gripe para toda população do DF


 
 

A vacinação contra a gripe será expandida a toda população do Distrito Federal, a partir desta segunda-feira (5). O imunizante, que protege contra a Influenza A (H1N1), Influenza A (H3N2) e a Influenza B, é aplicado em 100 pontos da capital (veja endereços).


A decisão da Secretaria de Saúde, divulgada neste domingo (4), ocorre após o Ministério da Saúde orientar que as unidades da federação aplicassem as doses em toda população a partir dos seis meses de idade.

A campanha de imunização começou em 12 de abril e estava prevista para continuar até a próxima sexta-feira (9). Inicialmente, apenas alguns grupos, como professores idosos e gestantes tinham direito à vacina.

No Distrito Federal, no entanto, houve baixa adesão dos grupos prioritários na vacina contra a gripe. A meta da secretaria era imunizar 1.117.656 pessoas do público-alvo. Porém, até esta sexta-feira (2), em mais de 2 meses de campanha, 522.182 indivíduos procuraram a imunização, ou seja, 46% do planejado. De acordo com a pasta, o grupo de pessoas com 60 anos ou mais soma a maior procura aos pontos de vacinação: 201.390 imunizados. Em seguida, estão crianças até 6 anos (132.535) e trabalhadores de saúde (68.071). Atenção antes de tomar vacina contra Covid-19 A Secretaria de Saúde pede que as pessoas que façam parte tanto do grupo para a vacinação contra a Influenza quanto contra Covid-19 fiquem alertas para o prazo de aplicação entre um imunizante e outro.

A pasta orienta que seja priorizada a administração da vacina contra Covid-19. Caso a primeira ou segunda dose já esteja marcada, o ideal é de que se respeite o intervalo de 14 dias para se imunizar contra a Influenza. Tempo frio facilita propagação da doença A Secretaria de Saúde alerta ainda sobre a disseminação de doenças respiratórias durante o inverno, que começou em 21 junho. Segundo a pasta, a estação mais fria do ano facilita a ocorrência de infecções virais (gripes e resfriados), que podem se complicar com doenças bacterianas como amigdalites, sinusites, otites, pneumonias e até meningites.

A secretaria alerta que a Influenza é uma infecção respiratória aguda, causada por agentes virais dos tipos A, B, C e D. "O tipo A está associado a epidemias e pandemias, tem comportamento sazonal e apresenta aumento no número de casos entre as estações climáticas mais frias", informou.


Fonte: G1

11 visualizações0 comentário