Saiba quais são os sinais iniciais da afasia, doença de Bruce Willis



A família do ator norte-americano Bruce Willis, de 67 anos, anunciou, na quarta-feira (30/3), que ele interrompeu sua carreira em razão de uma doença chamada afasia. A condição é resultado de lesões cerebrais e sua característica mais marcante é a impossibilidade de o paciente se comunicar com outras pessoas.


As possíveis causas da afasia incluem acidente vascular cerebral (AVC), traumatismo craniano grave, tumor cerebral ou condições neurológicas progressivas, como a demência.


A afasia pode afetar pessoas de todas as idades, porém é mais comum a partir dos 65 anos. A condição, na maioria das vezes, é causada por danos no lado esquerdo do cérebro, área responsável pela função da linguagem nos seres humanos.


A neurologista Ingrid Faber, do Hospital Sírio-Libanês, explica que afasia não afeta a inteligência do paciente, mas causa dificuldades para ele se comunicar. Em alguns casos, a pessoa pode colocar os sons errados em uma palavra ou juntar as sílabas incorretamente de forma que não faça sentido. Nas outras situações, o paciente não consegue entender o que as pessoas próximas estão falando.


“É como se estivessem falando em outra língua com o afásico. Ele não consegue entender ou não se faz compreender”, diz Faber.


Sinais e sintomas


De acordo com a médica, quando a dificuldade comunicacional aparece de maneira súbita, é um indicativo de que a pessoa está tendo um AVC. Caso a condição seja notada gradualmente, trata-se de uma afasia progressiva primária, ou seja, manifestação de uma demência.


Entre os sintomas da afasia, estão dificuldades visuais, problemas de mobilidade, fraqueza nos membros e problemas com a memória ou as habilidades de pensamento.


A médica explica que trocar palavras por si só ou não conseguir lembrar o nome de um objeto específico não significa, necessariamente, afasia. Esse tipo de confusão com os nomes pode estar relacionado com alterações de humor, hormonais ou, até mesmo, à falta de vitaminas no organismo. No entanto, é importante que o paciente passe por análise neurológica após apresentar esse tipo de sinal.


Fonte: Metrópoles

22 visualizações0 comentário