Saúde destina R$ 23 milhões para informatização de equipes de saúde

Recurso vai para mais de 13 mil Equipes de Saúde da Família, de 1.750 municípios, que já aderiram ao Programa de Apoio à Informatização e Qualificação dos Dados da Atenção Primária à Saúde

A informatização das unidades do Sistema Único de Saúde (SUS) está se expandindo. O Ministério da Saúde destinou, nesta segunda-feira (16/12), R$ 23 milhões para as primeiras 13.144 Equipes de Saúde da Família (ESF) que aderiram ao Programa de Apoio à Informatização e Qualificação dos Dados da Atenção Primária à Saúde (Informatiza APS). A portaria n° 3.319, que contempla 1.750 municípios, foi publicada no Diário Oficial da União (DOU).

Para receber o valor de custeio, as equipes precisam fazer uso do sistema de prontuário eletrônico e estarem cadastradas no Sistema Nacional de Cadastro de Estabelecimentos de Saúde (SCNES). Também é exigido que tenham enviado informações à base federal por meio do prontuário eletrônico em pelo menos uma das três competências anteriores à solicitação de adesão.

Ao aderir ao programa, os gestores municipais ficam responsáveis por alimentar os dados em uma única plataforma que concentra os sistemas de informação do SUS. Isso dá celeridade à organização dos dados que chegam pela porta de entrada do sistema que é a Atenção Primária e também garante aos profissionais de saúde e gestores mais eficiência no atendimento e continuidade ao cuidado do paciente em qualquer tempo e lugar.

CONCETE SUS

Os recursos serão usados para financiar as equipes de saúde para a qualificação das informações do paciente. O Informatiza APS é um dos eixos do programa do Governo do Brasil para informatização da saúde, Conecte SUS, em execução pelo Ministério da Saúde. O gestor municipal deve aderir ao Informatiza APS no portal e-Gestor AB.

O financiamento do Informatiza APS considera a classificação geográfica rural-urbana estabelecida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e o recurso será de custeio pago mensalmente por equipe informatizada. Será repassado para Equipe de Saúde da Família em: municípios com tipologia urbana ou intermediário adjacente, R$ 1,7 mil, municípios com tipologia intermediário remoto ou rural adjacente, R$ 2 mil e; municípios com tipologia rural remoto, R$ 2,3 mil.

Fonte: Ministério da Saúde

#informatização #ministériodasaúde #saude

0 visualização

© 2020 Portal Saúde Agora. Tudo sobre SAÚDE em um só lugar!

  • Facebook
  • Instagram