top of page

Remédio experimental é nova esperança para quem quer parar de fumar



Uma pesquisa publicada em 11 de julho na revista científica Journal of the American Medical Association mostrou uma nova opção promissora para quem quer abandonar o vício em cigarros. Elaborado a partir de uma planta, o medicamento citisiniclina se provou eficiente para fazer as pessoas pararem de fumar.


Durante a fase 3 do estudo clínico — a última obrigatória para a aprovação de um medicamento —, a citisiniclina conseguiu fazer com que 25,3% dos usuários deixassem de fumar completamente. O tratamento durou seis semanas, e os voluntários tomaram o remédio diariamente.


A pesquisa também testou um tratamento de 12 semanas: nesse cenário, 32% dos participantes deixaram de fumar e 21% continuaram sem cigarro nos seis meses seguintes. Já entre os voluntários que fizeram metade do tempo de tratamento, a abstinência após um semestre foi de 9%.


A pesquisa está sendo feita pelo Massachusetts General Hospital (MGH), nos Estados Unidos. Caso seja aprovado, o remédio será a primeira novidade a chegar às prateleiras para tratamento do tabagismo em 20 anos nos EUA.


“O cigarro continua sendo a principal causa evitável de morte em todo o mundo. Existe uma necessidade urgente de novos medicamentos para tratar o tabagismo porque os produtos existentes não ajudam todos os fumantes e podem ter efeitos colaterais inaceitáveis”, explica a médica Nancy Rigotti, diretora de pesquisa anti-tabagismo do MGH e líder do estudo.

Como o remédio diminui a vontade de fumar?


Não foram registrados efeitos colaterais graves por nenhum dos participantes a não ser os típicos da privação de nicotina, como náusea e insônia. A citisiniclina atua se conectando a receptores cerebrais viciados em nicotina e alivia o desejo de fumar sem injetar novas doses de nicotina no corpo.


O remédio é produzido a partir da citisina, um extrato retirado da planta Laburnum anagyroides, popularmente conhecida como chuva dourada, que tem flores amarelas que nascem em ramos. O fitoterápico é vendido por várias empresas para parar de fumar, mas não havia sido testado com rigor científico até o momento.


Fonte: Metrópoles

2 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page