Quatro prédios do Hospital Federal de Bonsucesso reabrem para consultas e exames



O Hospital Federal de Bonsucesso volta a funcionar nesta quarta-feira (4), oito dias depois do incêndio que destruiu parte da unidade.


Quatro prédios da unidade — 3, 4, 5 e 6 — reabrem para consultas, exames e outros serviços. A expectativa é de que o Prédio 1, que pegou fogo, possa voltar a funcionar em 60 dias.

Os pacientes que já estavam agendados para esta quarta-feira serão atendidos. Quem perdeu a consulta ou não pôde ser atendido na data marcada durante o período que a unidade esteve fechada será procurado por funcionários para o reagendamento. Seguem suspensos os atendimentos de emergência, as cirurgias, as internações, o serviço de hemodiálise e os exames de imagens. Reinício de tratamento Por volta das 6h15, a movimentação ainda era tranquila na unidade.

O paciente Douglas da Silva, que mora no interior do estado e faz tratamento de câncer, chegou à unidade nesta manhã para atendimento. O pai do jovem, Giovane da Silva, disse que recebeu uma ligação na terça-feira (3) confirmando o reinício do tratamento.

"É um alivio imenso, renasce a esperança, sobre o tratamento e a cura. A gente caça aqui a cura, procura a cura. Eles ontem entraram em contato com a gente, dando a grande notícia que vai funcionar normalmente o tratamento, o prédio 3 e 4, onde ele se trata. E a gente está aqui aliviado. Eu como pai, estou com o coração aberto, feliz demais".

"Só quem passa por isso, sabe o que eu sinto, as dores que dá no corpo, o que a falta do remédio faz no meu organismo. Tendo a consciência tranquila que eu vou poder tratar, isso é um alivio total", falou Douglas, que saiu de madrugada de Paraíba do Sul para o Rio. Vítimas O incêndio causou a morte de 8 pessoas – três no próprio hospital e outros cinco transferidos. Veja quem são as vítimas do incêndio:

  • Marcos Paulo Luiz, de 39 anos

  • Núbia Rodrigues, de 42 anos

  • Mulher, de 83 anos, ainda não identificada

  • Mulher, 73 anos, ainda não identificada

  • Homem, 70 anos, ainda não identificado

  • Menina de 1 ano, ainda não identificada

  • Homem de 93 anos, ainda não identificado

  • Mulher de 61 anos, ainda não identificada

Fogo O fogo começou no subsolo do Prédio 1 na manhã do dia 27 de outubro e se alastrou pelo almoxarifado, onde fraldas eram guardadas. Nesse edifício ficam ainda enfermarias e salas de raio-X.

A brigada de incêndio do hospital chegou à enfermaria assim que as chamas começaram, dois andares abaixo, e providenciaram a remoção dos pacientes.

Cerca de 200 pacientes foram transferidos para áreas do próprio complexo — parte aguardou atendimento sob uma árvore do pátio interno. Alguns internados estavam no meio de tratamento quando tiveram de sair, outros estavam entubados, e havia quem estava com Covid-19.

Até a última atualização desta reportagem, a causa do incêndio ainda não havia sido divulgada — a perícia continua sendo feita na unidade pela Polícia Federal.

O Hospital Federal de Bonsucesso, às margens da Avenida Brasil, é a maior unidade de saúde do RJ em volume de atendimentos. Cerca de duas mil pessoas circulam pelas alas todos os dias, segundo a assessoria de imprensa do hospital. Complexo tem seis alas O Hospital Federal de Bonsucesso é composto por seis alas:

  • Prédio 1 (onde começou o fogo): Emergência, internações e exames de imagem.

  • Prédio 2: Centro de atenção à mulher, à criança e ao adolescente

  • Prédio 3: Oncologia clínica e perícia médica

  • Prédio 4: Administração

  • Prédio 5: Laboratório, centro de estudos e residência médica

  • Prédio 6: Ambulatório

Fonte: G1

3 visualizações0 comentário

© 2020 Portal Saúde Agora. Tudo sobre SAÚDE em um só lugar!

  • Instagram