top of page

Qual é o melhor horário para fazer exercícios para perder peso? Estudo responde



Dependendo do horário, a atividade física pode afetar o corpo de diferentes maneiras, uma vez que os processos biológicos dependem dos ritmos circadianos das células. Pesquisadores do Karolinska Institutet, na Suécia, e da Universidade de Copenhague, na Dinamarca, descobriram que fazer atividade física na hora certa pode aumentar o metabolismo da gordura e contribuir para a perda de peso.


Qual é o melhor horário para fazer exercícios para perder peso?


No estudo, publicado recentemente na revista científica PNAS, os pesquisadores analisaram o tecido adiposo de camundongos após uma sessão de exercício de alta intensidade realizada em dois pontos do dia: uma fase ativa precoce e uma fase de repouso precoce. Em humanos, isso corresponde ao fim da manhã ou início da noite. A equipe avaliou vários marcadores do metabolismo da gordura e analisou quais genes estavam ativos no tecido adiposo após o exercício.


Os resultados mostraram que a atividade física numa fase ativa precoce - ou, pela manhã - aumentou a expressão de genes envolvidos na degradação do tecido adiposo, na termogênese (produção de calor) e nas mitocôndrias no tecido adiposo, indicando uma maior taxa metabólica.


Esses efeitos foram observados apenas em camundongos que se exercitaram na fase ativa inicial e foram independentes da ingestão de alimentos.


Melhorar os benefícios do exercício para a saúde


“Nossos resultados sugerem que exercícios matinais podem ser mais eficazes do que exercícios noturnos em termos de aumento do metabolismo e queima de gordura e, se for esse o caso, podem ser valiosos para pessoas com sobrepeso”, diz a professora Juleen. R. Zierath do Departamento de Medicina e Cirurgia Molecular e do Departamento de Fisiologia e Farmacologia do Karolinska Institutet, em comunicado.


Ratos e humanos compartilham muitas funções fisiológicas básicas. Por isso, os camundongos são um modelo bem estabelecido para estudar a fisiologia e o metabolismo humanos. No entanto, os pesquisadores ressaltam que existem diferenças importantes, como o fato de os ratos serem noturnos.


Por isso, são necessários mais estudos para determinar que esses resultados também servem para humanos.


“O momento certo parece ser importante para o equilíbrio energético do corpo e para melhorar os benefícios do exercício para a saúde, mas são necessários mais estudos para tirar conclusões fiáveis ​​sobre a relevância das nossas descobertas para os seres humanos”, diz Zierath.


Fonte: O Globo

2 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page