Profissionais de saúde relatam falta de equipamentos de proteção; denúncias passam de 4 mil

O Fantástico teve acesso com exclusividade aos relatos colhidos pela Associação Médica Brasileira e e pelo Conselho Federal de Enfermagem nas duas últimas semanas. Ao todo, são quase cinco mil denúncias e elas vêm de profissionais de todos os estados do país. São pedidos de orientação e de fiscalização de norte a sul do país, em hospitais públicos e particulares. A escassez atinge até itens básicos como sabão.

Os relatos são de médicos, enfermeiros, profissionais de saúde com medo – trabalhando sem os equipamentos de proteção individual, os EPIs, essenciais pra evitar a contaminação pelo novo coronavírus. Ou usando material inadequado. Para preservar médicos e enfermeiros, as vozes deles nos áudios e vídeos foram distorcidas nesta reportagem.

“Luvas escassas, quase nenhum avental impermeável e N95 nenhuma! Estamos desesperados”, relata uma das denúncias.

“Hospitais do DF estão com falta de máscaras, álcool em gel e EPIs para lidar com COVID-19, Os profissionais da saúde pedem socorro”, diz outro denunciante.

Profissionais de saúde fizeram protestos essa semana em Porto Alegre e em Araguaína – no Tocantins – pra pedir melhores condições de trabalho na luta contra o coronavírus.

Fonte: Fantástico

#equipamentos #profissionaisdesaúde #proteção

1 visualização

© 2020 Portal Saúde Agora. Tudo sobre SAÚDE em um só lugar!

  • Facebook
  • Instagram