Príncipe William revela depressão após resgatar criança de acidente


 
 

Em recente entrevista para o podcast da Apple Music, o príncipe William abriu o coração sobre um trauma que vivenciou após participar de um resgate, quando trabalhava como piloto de ambulâncias aéreas do Reino Unido.


O caso envolvendo um acidente de carro aconteceu em 2017 e a vítima era uma criança. Bobby Hughes foi atropelado em sua rua por um motorista que estava aprendendo a dirigir. Na época, o garotinho tinha idade próxima a do filho de William, príncipe George.


De acordo com informações publicadas nesta segunda-feira, 6, pelo jornal O Globo, na entrevista o duque de Cambridge revelou que presenciar as consequências do acidente o deixou muito abalado.


O pai de George, Charlotte e Louis afirma que foi dominado por sentimentos depressivos e sentiu que "o mundo inteiro estava morrendo". William revelou que sentiu que o episódio mudou algo dentro dele.

Você simplesmente sente a dor de todos, o sofrimento de todos. Nunca senti aquilo antes”, disse.

O duque de Cambridge revelou que conhecer a família do garotinho e conversar com colegas o ajudou a superar o trauma. Por isso, o príncipe apoia que trabalhadores da linha de frente desabafem sobre suas experiências e façam terapia.


Bobby sofreu graves danos cerebrais em decorrência do acidente, mas, sobreviveu. Em entrevista, a mãe do menino elogiou William:


William nos contou como isso o tocou como pai e como ele sentiu nossa dor. Ele é incrível. Eu olhei em seus olhos e, genuinamente, ele tem um coração gentil".

Fonte: Aventuras na História

10 visualizações0 comentário