Pesquisa científica comprova: máscaras deixam as pessoas mais bonitas


Você já deve ter percebido: todo mundo parece mais bonito enquanto está de máscara. O conhecimento do dia a dia agora foi comprovado pela ciência. Pesquisadores da Universidade de Cardiff, no Reino Unido, descobriram que rostos cobertos com máscaras (principalmente as cirúrgicas) são percebidos como mais agradáveis pelo sexo oposto.


O professor de psicologia Michael Lewis, especialista em faces, explica que pesquisas feitas antes da pandemia mostraram o contrário: as máscaras eram associadas à doença, e reduziam a beleza do usuário.


“Queríamos testar se isso tinha mudado depois que as máscaras se tornaram tão comuns e entender se o tipo de item fazia alguma diferença. Nosso estudo mostra que os rostos são considerados mais atraentes com máscaras cirúrgicas”, conta o professor, em entrevista ao jornal inglês The Guardian.


Os cientistas acreditam que, em um período onde todas as pessoas se sentem vulneráveis, as máscaras são associadas a pessoas que estão em profissões médicas e de cuidado com o paciente. “Nesse momento, pode ser que estejamos achando o uso da máscara reconfortante e nos sentimos mais positivos em relação à pessoa que está usando”, sugere Lewis.


O estudo colocou 43 mulheres para julgar a face de várias imagens de homens sem o item, com máscara de pano, com a versão cirúrgica azul, ou segurando um livro na frente da área coberta pela máscara, em uma escala de 1 a 10. A orientação sexual das participantes não foi levada em consideração.


Os homens com a proteção de pano foram tidos como mais bonitos do que os sem máscara e os com o livro na frente do rosto. Os com a máscara cirúrgica tiveram melhor pontuação do que todos os outros cenários.


“A pandemia mudou nosso psicológico em como percebemos pessoas de máscara. Agora não vemos mais esse indivíduo como alguém que está doente e precisamos nos afastar”, explica o professor.

Segundo os cientistas, outros estudos mostraram que quando parte do rosto está coberto, o cérebro tem tendência a preencher as partes de maneira exagerada, criando uma imagem mais agradável.


A pesquisa foi publicada na revista científica Cognitive Research: Principles and Implications. Outro estudo, onde homens julgaram mulheres com ou sem máscara, também foi realizado, com resultados semelhantes, mas ainda não foi publicado.


Fonte: Metrópoles

3 visualizações0 comentário