top of page

Parto na água traz mais benefícios para mãe e bebê, aponta estudo



Um estudo publicado na revista BMJ, na última quarta-feira (6/7), demonstrou que os partos dentro da água geram mais benefícios para mães e bebês, além de resultarem em menos intervenções médicas e complicações.


O estudo partiu de uma revisão de 36 outros trabalhos que, juntos, continham dados sobre 157.546 nascimentos realizados em unidades obstétricas, casas de parto ou ambientes domiciliares.


De acordo com a investigação, a imersão em água antes e durante o nascimento reduziu o número de aplicação de anestesias epidurais, injeções de opióides e hemorragias pós-parto.


Além disso, mulheres que deram à luz na água foram menos submetidas à episiotomia, incisão feita na região do períneo para ampliar o canal de parto. E também relataram maiores níveis de satisfação e menos dor com a experiência.


“Essa pesquisa revela que o parto na água é tão seguro quanto o parto na terra para as mães saudáveis, e mostra que existem benefícios consideráveis para quem escolhe dar à luz em uma piscina. A imersão na água é um método efetivo para reduzir a dor e necessita de poucos recursos tecnológicos. Isso melhora a qualidade no cuidado e a satisfação das mães”, afirmou Ethel Burns, a médica obstetra da Oxford Brookes University e principal autora do estudo, na divulgação da publicação.

Parto aquático


A enfermeira obstetra Suzana Feitosa acrescenta que o parto na água proporciona maior humanização de um momento que costuma representar sofrimento para as mães. “Quando as gestantes vão para o banho de imersão, muitas delas conseguem um alívio significante, postergando intervenções como analgesia farmacológica e atravessando bem as contrações dolorosas”, afirma.


O parto na água consiste na imersão da mulher em uma banheira ou piscina com água morna para dar à luz ou para aliviar as contrações. A prática, embora adotada há milênios, vem ganhando popularidade com a tendência de partos que buscam opções menos invasivas.


Fonte: Metrópoles

11 visualizações0 comentário

留言


bottom of page