Pais são condenados por prejudicar saúde de filha com dieta vegana restrita



A justiça da Austrália condenou um casal por ter submetido a filha de três anos a uma dieta vegana restrita, que teria provocado desnutrição e um quadro de paralisia cerebral na criança por causa da falta de nutrientes.


A menina enfrenta dificuldades para o desenvolvimento físico e cognitivo e físico e tem dificuldades de comunicação. Durante o julgamento realizado neste mês, pai e mãe admitiram ter negligenciado a saúde da filha.


O caso começou a ser acompanhado em agosto de 2018, quando ela tinha apenas 19 meses e foi levada a um hospital. De acordo com o jornal The Age, a bebê estava com hematomas no corpo, era fria ao toque, letárgica e tinha sangue escuro na fralda.


Os médicos compararam o quadro de desnutrição dela com o de crianças em países atingidos pela fome e a menina precisou permanecer internada por um mês na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).


Os pais adaptaram na alimentação da criança quando ela tinha apenas quatro meses. A dieta da menina consistia em leite de coco, sucos de frutas, vitaminas, alimentos vegetais e fórmulas preparadas pelo próprio pai, que não seguiu conselhos médicos para que recorresse a preparados prontos.


O júri considerou que pai e mãe falharam em seus deveres básicos e condenou o casal a prestar serviços comunitários por 12 meses.


A prisão deles foi negada porque, na avaliação dos jurados, causaria danos ainda maiores à criança. Atualmente, a menina é bem cuidada pela mãe, com uma dieta saudável e nutritiva.


Fonte: Metrópoles

5 visualizações

© 2020 Portal Saúde Agora. Tudo sobre SAÚDE em um só lugar!

  • Instagram