Paciente deve receber indenização após ter cirurgia reparadora negada por plano de saúde em RO


Uma operadora de plano de saúde de Ariquemes (RO) vai ter que indenizar uma paciente em R$ 10 mil por danos morais. A decisão foi tomada pela Turma Recursal do Tribunal de Justiça de Rondônia nesta semana.


De acordo com a ação, a paciente realizou uma cirurgia bariátrica em 2017, através do plano de saúde. Ela perdeu 30 quilos e foi indicado que fizesse uma cirurgia de reparação, porém, a operadora se recusou alegando se tratar de um “procedimento meramente estético”.

Os laudos médicos da paciente indicaram que a perda de peso causou excesso de pele e a reparação foi indicada a fim de evitar possíveis problemas de saúde, como infecções.

A operadora já havia sido condenada a reembolsar a paciente em R$ 11 mil por negar a cirurgia e ela recorreu pedindo também o dano moral.

Segundo o voto do relator, juiz José Torres Ferreira, o plano de saúde deve cobrir todos os procedimentos complementares da cirurgia bariátrica, incluindo o pós-operatório.


Fonte: G1

4 visualizações0 comentário