Páscoa: lojas no DF apostam em opções 'fit' de ovos e para quem tem alergia alimentar



A época mais doce do ano chegou, e o chocolate é o astro da vez durante a Páscoa. No entanto, algumas pessoas sofrem com alergias alimentares e nem sempre podem se dar ao prazer de saborear a iguaria. Pensando nisso, algumas lojas do Distrito Federal se prepararam para oferecer opções inclusivas para os alérgicos.


De acordo com a World Allergy Organization (WAO), cerca de 8% das crianças com até dois anos de idade e 2% dos adultos sofrem algum tipo de alergia alimentar. No Brasil não há estatísticas oficiais, mas segundo a Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI), a prevalência parece se assemelhar aos dados mundiais.

Uma padaria localizada na quadra 702/703 Norte, que vende produtos artesanais, sem glúten e sem lactose, este ano está produzindo ovos especiais para a data. Entre as opções, ovos de páscoa sem açúcar e opções com menos calorias. Para o casal Gleuton e Fernanda Tavares, que tem dois filhos com intolerância a lactose, é difícil encontrar versões sem leite que agradem as crianças. "Os ovos nunca são divertidos, como os tradicionais, pois as crianças buscam tanto a 'surpresinha', quanto o chocolate em si", conta. "Em nossa casa, sempre tentamos achar algum produto sem leite e sem glúten por conta das alergias alimentares dos nossos filhos." Outra opção de produtos voltados para pessoas alérgicas é um mercado em Águas Claras, que também vende ovos de páscoa e outros produtos para esse público. A SOS Alergia vende ovos sem leite e tem opções infantis.

Segundo a nutricionista Carla de Castro, alergias e intolerâncias alimentares, podem ocorrer em pessoas de todas as faixas etárias. "Atendo no meu consultório pessoas de todas as idades com intolerâncias alimentares e alergias". , "A ideia de uma Páscoa inclusiva é incrível não apenas porque permite que pessoas com alergias e intolerâncias consumam produtos saudáveis e seguros, mas porque esse período representa também a esperança de dias melhores."


Fonte: G1

1 visualização0 comentário