Ovo: vilão ou herói em uma dieta saudável?



Conhecido pelo seu alto valor proteico e por proporcionar maior saciedade, o ovo já foi o queridinho das dietas das celebridades, mas também foi acusado de elevar o colesterol ruim. Afinal, ele é vilão ou herói na alimentação diária?


Para a nutricionista Elisabeth Chiari, diretora do Conselho Federal de Nutricionistas, o ovo é essencial em uma dieta saudável. “A clara é rica em proteína. A gema tem lecitina e colina, que auxiliam na memória e previnem a demência. Ele também é bom para a saúde dos olhos e causa saciedade.” A nutricionista ainda lembra que já foi refutada cientificamente a relação do ovo com o colesterol ruim.


Para quem está de dieta, o ovo é um ótimo alimento porque causa grande saciedade por mais tempo e tem poucas calorias: 1 ovo tem cerca de 70 calorias. Ele também é um alimento versátil e pode substituir uma porção de carne vermelha, já que “em termos proteicos, 120 gramas de carne equivalem a dois ovos.”

Contudo, a nutricionista alerta que o ovo deve ser consumido com moderação por pacientes com doença renal, pois são pessoas que devem ter baixo consumo de proteína.

“Com exceção do paciente renal, o ovo é indicado para qualquer tipo de pessoa, inclusive diabéticos, crianças e idosos, que costumam consumir pouca carne”, explica Chiari. O ovo também é rico em minerais como ferro e cálcio, e em vitaminas A, D e E, sendo esta última boa para regular o colesterol. Posso comer todos os dias? O ovo pode ser consumido diariamente, mas a indicação geral é de um ovo por dia. “O consumo diário do ovo vai depender do gasto energético e da alimentação de cada pessoa, mas, no geral, todo mundo pode consumir um ovo por dia. Por isso, antes de fazer substituições ou aumentar a quantidade do consumo, o ideal é procurar um nutricionista”, explica Chiari. Frito ou cozido? Ao contrário do que muitos pensam, o ovo frito nem sempre é vilão. Mas para isso, ele precisa ser frito no azeite e jamais em imersão. “O ideal é fritar o ovo em uma panela antiaderente com um fio de óleo.”

Quanto às calorias, se o ovo for cozido ou frito na água, ele não terá aumento de calorias. Se for preparado frito, ele terá as calorias do ingrediente usado na fritura. “Se for frito no azeite, esse ovo terá ômega 3, que é uma gordura boa para o nosso corpo.”

Segundo recomendação da Embrapa, o ovo cru ou com a gema mole deve ser evitado por causa do perigo de contaminação por salmonela, uma bactéria que causa intoxicação alimentar.


Fonte: G1

42 visualizações

© 2020 Portal Saúde Agora. Tudo sobre SAÚDE em um só lugar!

  • Facebook
  • Instagram