Ovo ajuda a emagrecer e a aumentar massa muscular: veja 10 benefícios


 
 

O ovo é um alimento muito comum na mesa do brasileiro, e é conhecido por ser rico em nutrientes. Uma unidade é suficiente para conseguir ótimas quantidades de vitamina A, vitamina E e vitaminas do complexo B, além de minerais, como selênio, zinco, cálcio e fósforo, oferecendo diversos benefícios para a saúde, como prevenção da diabetes e de doenças cardiovasculares, e diminuição do risco de osteoporose.


Por ter boas quantidades de antioxidantes e compostos que combatem os radicais livres, os ovos ajudam também na prevenção do envelhecimento precoce. Além disso, por ser rico em proteínas, ajuda na produção de músculos, favorecendo o ganho de massa muscular.


O ovo pode ser preparado de diversas formas, como cozido, mexido, omelete ou usado em preparações como, ensopados, suflês, crepes ou bolos. É importante lembrar que consumir até 1 ovo por dia não aumenta o colesterol e não prejudica a saúde do coração.


Os principais benefícios para a saúde relacionados com o consumo regular do ovo são:


O ovo é rico em proteínas que fornecem energia para o organismo, além de ter boas quantidades de ferro e vitaminas do complexo B, responsáveis por melhorar a oxigenação e o transporte de nutrientes no corpo, promovendo o ganho de massa muscular.


2. Ajudar na perda de peso

Por ser rico em proteínas, o alimento ajuda a prolongar a sensação de saciedade, reduzindo a vontade de comer ao longo do dia e auxiliando na perda de peso.

O ovo não contém carboidratos e, por isso, é uma ótima opção para incluir em uma dieta low carb, um estilo de alimentação onde se diminui o consumo do nutriente para estimular o organismo a usar suas reservas para gerar energia, promovendo o emagrecimento.


3. Fortalecer o sistema imunológico

O ovo é rico em vitamina A, vitamina E e carotenoides, como a luteína e zeaxantina, nutrientes com propriedades antioxidantes que melhoram as funções das células e fortalecem o sistema imunológico, ajudando na prevenção de problemas como câncer e doenças cardiovasculares.


4. Diminuir o colesterol ruim, o LDL

O ovo é rico em luteína e zeaxantina, dois potentes antioxidantes que combatem os radicais livres, evitando a oxidação de células de gordura e diminuindo os níveis de colesterol ruim, o LDL, no sangue. Por isso, o alimento é considerado um importante aliado na prevenção de doenças como aterosclerose, infarto e derrame.


5. Manter a saúde da pele

O ovo tem ótimas quantidades de selênio e zinco, minerais que melhoram a absorção de colágeno, mantendo a pele firme e hidratada. Além disso, o alimento é rico em antioxidantes, combatendo o excesso de radicais livres e prevenindo a formação de rugas e a flacidez.


6. Ajudar no combate de anemias

Por ter boas quantidade de ferro, vitamina B12 e ácido fólico, o ovo ajuda no combate de anemias, pois estes nutrientes participam da formação da hemoglobina, que é o componente dos glóbulos vermelhos do sangue responsável pelo transporte de oxigênio no organismo.


7. Fortalecer os ossos

O ovo tem boas quantidades de vitamina D e fósforo, nutrientes que melhoram a absorção de cálcio e fortalecem os ossos, prevenindo doenças como a osteoporose e a osteopenia, e evitando fraturas.


8. Manter a saúde mental

O ovo é rico em colina, uma vitamina essencial que participa na formação de um neurotransmissor importante para manter o bom funcionamento do cérebro, melhorando a memória e a aprendizagem. Além disso, a vitamina também pode ajudar a prevenir doenças neurodegenerativas, como Alzheimer e Parkinson.


9. Preservar a saúde dos olhos

O ovo contém enormes quantidades de antioxidantes que combatem os radicais livres, evitando situações como catarata e degeneração macular, uma doença que diminui a capacidade da visão.


10. Ajudar a combater a depressão

Os ovos de galinhas criadas ao ar livre e no solo, ou que se alimentam de rações enriquecidas com ômega 3, geralmente contêm mais esse nutriente, que protege as células do sistema nervoso central. O alimento pode ajudar, então, a melhorar a produção de substâncias responsáveis pelo humor e bem estar, como serotonina e dopamina, e auxiliar no tratamento da depressão.


Cuidados com o consumo do ovo

O ovo somente é contraindicado nos casos de alergia a albumina, que é a proteína presente na clara.

Apesar de não aumentar o colesterol sanguíneo na maioria das pessoas, quem tem predisposição genética para colesterol alto, a hipercolesterolemia familiar, deve consumir o ovo com moderação, pois o consumo excessivo pode causar aumento nos níveis da molécula no sangue.

Com informações do portal Tua Saúde.


Fonte: Metrópoles

5 visualizações0 comentário