Osnei Okumoto assume oficialmente a secretaria de saúde do DF



O nome de Osnei Okumoto apareceu oficialmente como secretário de Saúde do Distrito Federal no Diário Oficial (DODF) desta sexta-feira (18/9). Ele havia pedido exoneração do cargo em março deste ano, quando assumiu em seu lugar Francisco Araújo. Mas a Operação Falso Negativo fez com que Okumoto voltasse ao cargo.


Araújo foi preso durante a investigação do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), que aponta supostas fraudes para compra de testes rápidos da Covid-19.


Na última segunda-feira (14/9), saiu a exoneração dele e da cúpula do setor envolvido no caso: Eduardo Hage Carmo do cargo de subsecretário de Vigilância à Saúde; Ramon Santana, de assessor especial da pasta; Eduardo Seara Pojo do Rego, de secretário adjunto de Gestão em Saúde; Iohan Struck, do cargo de subsecretário de Administração Geral. Com exceção de Iohan Struck, considerado foragido pelos investigadores, os demais estão presos no Complexo Penitenciário da Papuda.


Entre os crimes listados pelo MPDFT, estão os de organização criminosa, inobservância nas formalidades da dispensa de licitação, fraude à licitação, fraude na entrega de uma mercadoria por outra (marca diversa) e peculato (desviar dinheiro público).


Okumoto ocupava interinamente a chefia da Saúde desde a prisão de Araújo, ainda em agosto. Em março, quando pediu para sair do cargo, se tornou diretor-presidente da Fundação Hemocentro. Agora, quem assume o lugar dele no Hemocentro é Bárbara de Jesus Simões.


Fonte: Metrópoles

3 visualizações

© 2020 Portal Saúde Agora. Tudo sobre SAÚDE em um só lugar!

  • Facebook
  • Instagram