Opinião do especialista | médico fala sobre a longevidade e o cuidado com os idosos

Atualizado: Out 24



Os idosos de hoje estão em melhores condições físicas e mentais do que seus pares de três décadas atrás. Em outras palavras, é como se tivessem ficado mais jovens! Essa foi a descoberta de um estudo conduzido pela Faculdade de Esportes e Ciência da Saúde, da Universidade de Jyväskylä, na Finlândia. “Medimos o desempenho das pessoas nas atividades que elas realizam no dia a dia, o que é capaz de refletir a idade funcional do indivíduo”, explicou a professora Taina Rantanen. A pesquisa comparou a performance física e cognitiva de idosos entre 75 e 80 anos com os da mesma faixa etária que viveram nos anos de 1990.


Força muscular, velocidade de caminhada, fluência verbal, argumentação e memória: em todos esses itens, homens e mulheres se saem bem melhor atualmente. “Um volume maior de atividade e também uma compleição física mais forte explicam o desempenho superior no andar e na força muscular, mas o que nos impressionou foi o resultado cognitivo, associado a mais anos de educação”, avaliou Kaisa Koivunen, uma das pesquisadoras.


Opinião do Especialista


Dr. Murillo Almeida Leão, Especialista em Geriatria - Foto: Reprodução/Instagram


O Portal Saúde Agora perguntou a opinião do médico especialista em Geriatria Dr. Murillo Almeida Leão sobre a nova tendência à longevidade e os cuidados que os idosos devem tomar com relação à saúde. Confira a opinião do especialista:


Portal Saúde Agora: Em sua opinião, que fator mais contribuiu para o aumento da longevidade?


Dr. Murillo Almeida: O aumento da longevidade humana nas últimas 3 décadas aconteceu devido a vários fatores. Em minha opinião o fator que mais contribuiu e vem contribuindo para esse aumento trata-se da medicina preventiva, mantendo a saúde da população ou até mesmo solucionando os problemas de saúde antes de se agravarem. Exemplo disso é a consulta médica de rotina, promovendo a identificação precoce de fatores de risco e alterações na saúde.


Portal Saúde Agora: Mesmo mais longevos, os idosos precisam de cuidados constantes?


Dr. Murillo Almeida: Sim, devendo fazer acompanhamento geriátrico de forma contínua e regular. Sendo assim, o paciente idoso saudável ou com doenças crônicas controladas, recomendo uma consulta geriátrica a cada seis meses.


Já em caso de algum tratamento específico, o geriatra irá informar durante a consulta se deve fazer acompanhamento em conjunto com outra especialidade e/ou equipe multidisciplinar, orientando quando o paciente deverá retornar em cada consulta.


Portal Saúde Agora: De que forma o aumento da longevidade muda a visão dos idosos sobre a própria saúde?


Dr. Murillo Almeida: O aumento da longevidade nas últimas décadas mudou muito a visão dos idosos quanto a própria saúde.


Os idosos hoje em dia buscam cada vez mais manter sua autonomia e independência que há três décadas, seja para sua própria felicidade em manter sua qualidade de vida, promovendo o bem estar, seja por medo de questões financeiras, devido ao aumento dos gastos com manutenção de sua saúde (aumento anual do valor dos planos de saúde, preços de medicamentos etc...) e redução dos ganhos, ou até mesmo pelo medo de não ter pessoas que possam cuidar dos mesmos, em casos de perda de autonomia e dependência física para suas atividades básicas da vida diária (alimentação, administração de medicamentos, banho etc...).


Portal Saúde Agora: A partir de que idade é recomendável consultar um Geriatra?


Dr. Murillo Almeida: O acompanhamento com o geriatra deve iniciar em torno dos 40 anos de idade, visando um acompanhamento preventivo para uma velhice saudável.

O geriatra irá atuar na prevenção de doenças, reabilitação e acompanhamento clínico promovendo bem estar físico e mental.


O Maior portal de saúde do Facebook agora no Instagram!

115 visualizações

© 2020 Portal Saúde Agora. Tudo sobre SAÚDE em um só lugar!

  • Instagram