Nutrólogo dá dicas para reforçar a imunidade do organismo através da alimentação

Todo cuidado é importante para tentar conter o avanço da Covid-19, infecção causada pelo novo coronavírus e que tem 18 casos confirmados em Pernambuco. Além da higienização constante das mãos e de evitar abraços e beijos, é possível fortalecer a imunidade através da alimentação.

Em entrevista para a TV Globo nesta terça-feira (17), o nutrólogo Sávio Cardoso recomendou o aumento da ingestão de frutas e verduras ricas em vitamina C.

“Na nossa região, temos uma série de frutas características do Nordeste que são ricas em vitamina C: goiaba, caju, acerola, limão. Algumas verduras e legumes são interessantes para a gente, nos trazem micronutrientes, vitaminas, minerais. Alguns contêm uma pequena quantidade de vitamina C. Você pode, por exemplo, fazer um tempero com cebola, cebolinha, tomate, que é rico em licopeno [substância antioxidante que dá a coloração vermelha]”, afirmou.

Frutas ricas em vitamina C ajudam a fortalecer imunidade — Foto: Reprodução/TV Globo

Frutas ricas em vitamina C ajudam a fortalecer imunidade — Foto: Reprodução/TV Globo

Ainda segundo o médico, a forma mais eficaz de consumir essas frutas e verduras é ingeri-las naturalmente. Além disso, é necessário redobrar o cuidado com a higienização e o manuseio dos alimentos.

No caso das frutas, elas devem ser colocadas, por cerca de duas horas, na geladeira antes de serem colocadas em um recipiente com água da torneira misturada com água sanitária. Por fim, basta lavá-las em água corrente.

“Normalmente se chega da feira, do supermercado, e se coloca as frutas diretamente na água com hipoclorito [água sanitária]. Mas o ideal é deixar na geladeira por um tempo. Quando se coloca essa fruta na água, na mesma temperatura, ela pode absorver parte dessa água, possivelmente com algumas substâncias que não são interessantes para a saúde”, contou.

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

A fim de melhorar a imunidade do organismo, além de reforçar a alimentação, é preciso adotar um estilo de vida mais saudável, ainda de acordo com Sávio Cardoso.

“Obviamente, a alimentação tem que estar associada a outros pilares para uma vida saudável: sono, exercício físico regular e gerenciamento de estresse”, declarou.

Efeitos da pandemia no estado

Todas as escolas, universidades e demais estabelecimentos de ensino das redes pública e privada em Pernambuco devem suspender o funcionamento a partir da quarta-feira (18). A determinação foi publicada no Diário Oficial desta terça-feira (17) pelo governo estadual.

A motivação para a medida é a chegada do coronavírus em diferentes regiões do estado: além do Recife, também foram confirmados casos em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana, e em Belo Jardim, no Agreste. Pernambuco tem 18 casos confirmados da Covid-19.

Um decreto publicado no sábado (14) proíbe a realização de eventos com público maior que 500 pessoas. Com isso, a Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, encenada no Agreste, foi adiada para o período de 2 a 7 de setembro de 2020.

No Porto do Recife, o navio de cruzeiro Silver Shadow, de bandeira bahamenha e com 609 pessoas a bordo, está retido desde a quinta-feira (12), quando um passageiro foi retirado da embarcação com sintomas do novo coronavírus. O canadense, de 78 anos, e a esposa dele são dois dos 18 casos confirmados da Covid-19 em Pernambuco.

O navio foi inspecionado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que não registrou novos casos suspeitos de coronavírus. O governo do estado avalia como retirar os tripulantes e os passageiros que estão na embarcação. 

Governo estuda retirada de 600 pessoas de navio atracado no Porto do Recife

Governo estuda retirada de 600 pessoas de navio atracado no Porto do Recife

Há a previsão de que dois aviões sejam fretados pela empresa responsável pelo cruzeiro para fazer a retirada das pessoas da embarcação. As duas aeronaves têm destino ao Reino Unido e aos Estados Unidos, e a operação deve ser feita à noite ou durante a madrugada, mas sem data definida até a última atualização desta reportagem.

Após o navio ser retido, o governo de Pernambuco proibiu a atracação de cruzeiros e de embarcações de grande porte para evitar possíveis contágios. O estado receberia, até abril, oito navios, com 11.033 passageiros, além de tripulações.

#alimentação #imunidade #nutrólogo #organismo

1 visualização0 comentário