top of page

'Nariz de grávida' é mito ou verdade? Volta ao normal? Entenda a condição da noiva de João Gomes



A influenciadora Ary Mirelle compartilhou neste fim de semana uma montagem que chamava atenção para o tamanho de seu nariz antes e durante a gestação. Ela estava grávida de oito meses do cantor João Gomes (o bebê nasceu na última terça-feira).


“Isso volta ao normal? O bichinho inchou que fica roxo cada dia que passa”, questionou a jovem em seu perfil nas redes sociais.


Ary Mirelle, no entanto, não é a primeira grávida a relatar mudanças no rosto. No Tik Tok, vídeos com a tag "nariz de grávida" também mostram o antes e depois de diversas usuárias da rede e contam com milhões de visualizações.


O g1 conversou com o ginecologista obstetra Jorge Vaz, membro da Comissão pré-natal da FEBRASGO (Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia), que também é professor adjunto na Universidade Federal do Pará.


'Nariz de grávida' é mito ou verdade?


É verdade. De acordo com o médico obstetra, a condição é real, embora não aconteça com todas as mulheres. Segundo Jorge Vaz, o fenômeno ocorre devido ao aumento da circulação sanguínea durante a gravidez, o que provoca o inchaço não só do nariz, mas de outras extremidades do corpo.


"É uma alteração comum", diz. "Esse aumento geralmente começa na 28ª semana de gravidez. Ele está entre as alterações decorrentes dos inchaços da gestação: nos dedos das mãos, nos pés, tornozelos... Não é raro, por exemplo, que o uso de anéis e até de certos calçados fique difícil ou impossível em algum momento. Além da questão hormonal, a circulação também é afetada com o aumento de sangue no início da gravidez e, depois, com a compressão da veia cava provocada pelo crescimento do útero."


O médico destaca ainda que, apesar de ser comum, o inchaço deve ser investigado com atenção – especialmente se ocorrer em todo o rosto, uma vez que aponta o aumento da circulação sanguínea da grávida. "É preciso investigar e fazer a exclusão das doenças que podem causar isso, como doença hipertensiva, diabetes, pré-eclâmpsia", explica.


Jorge ainda diz que o "nariz de grávida" volta ao normal com o fim da gestação, e que é possível amenizar os sintomas durante o período com "exercícios físicos, bastante líquido e alimentação saudável, melhorando a circulação sanguínea corporal".


Fonte: G1

6 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page