top of page

Mulher contrai doença respiratória grave após banho de banheira



A família de Pamela Farmer, de 75 anos, decidiu viajar do Reino Unido à Flórida em maio de 2022 para descansar. Eles não imaginaram, no entanto, que as férias seriam interrompidas após a matriarca tomar um simples banho em uma banheira de hidromassagem.


Pamela contraiu a doença dos legionários, uma pneumonia severa provocada pela bactéria Legionella pneumophila, que é transmitida por meio de água contaminada. A infecção afeta principalmente idosos e causa sintomas semelhantes aos da influenza.


Apenas alguns dias depois do início da hospedagem, a idosa começou a tossir, apresentou dificuldade para respirar e hematomas pelo corpo. Ainda na Flórida, foi levada ao hospital e os médicos fecharam o diagnóstico da doença dos legionários.


Assustados com o problema inesperado, a família de Pamela interrompeu as férias e retornou ao Reino Unido para que ela continuasse o tratamento em casa. Apesar disso, os pulmões da mulher ficaram gravemente danificados pela bactéria.


Nove meses após o acontecimento, a filha de Pamela, Lindsay Martin, diz que a mãe ainda convive com os efeitos da doença. O principal deles é a fadiga, que se assemelha ao cansaço extremo de casos de Covid-19.


Piscinas e banheiras


A Legionella pneumophila, causadora da doença, é uma bactéria que vive em ambientes aquáticos, incluindo lagos e córregos. Porém, nas fontes naturais de águas, a quantidade de Legionella existente é muito pequena, sendo baixo o risco de contaminação.

O ambiente perfeito para a bactéria são os reservatórios artificias de água como piscinas, banheiras e fontes.


Fonte: Metrópoles

7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page