Mulher com síndrome útero septado engravida após seis abortos espontâneos

Desde os 15 anos, a terapeuta de beleza britânica Nicola Guinness, 26 anos, sabia que teria dificuldades para engravidar. Ela nasceu com uma condição rara chamada útero septado. Uma faixa de tecido dividia o seu útero, colo do útero e vagina, como se ela tivesse dois órgãos de cada.

Na época em que foi diagnosticada com o problema na anatomia, os médicos indicaram que ela começasse a tentar engravidar logo. Após sofrer seis abortos espontâneos, ela teve que implorar ao Serviço de Saúde da Inglaterra para que eles removessem a faixa de tecido que separava seus órgãos.

A cirurgia de reparação aconteceu em outubro de 2018 no Hospital Ipswich. Apenas oito meses depois, Guinness e seu parceiro, Anthony Latta, 30 anos, descobriram a gravidez. Ela está agora com 26 semanas à espera de um menino que vai se chamar Reggie.

Apesar de agora ter apenas um útero, ela ainda tem uma parede que separa o colo do útero e a vagina, o que significa que ela terá que dar à luz por meio de uma cesariana.

Fonte: Revista Crescer

#aborto #gravidez #síndrome #úteroseptado

1 visualização

© 2020 Portal Saúde Agora. Tudo sobre SAÚDE em um só lugar!

  • Facebook
  • Instagram