Menina que motivou fila gigante para doação de medula comemora a saúde e volta à escola

A pequena Júlia Abrame, moradora de Tatuí (SP) e que motivou uma fila gigante para doação de medula óssea após diagnóstico de leucemia, comemora a saúde, recuperação após transplante e conquistas que teve em 2019.

Ao G1, ela afirmou que este ano foi um novo recomeço, já que realizou uma série de sonhos, e que espera que em 2020 tenha novos aprendizados.

“Este ano foi especial porque eu fui para a escola, aprendi a ler, escrever, nadar, fui para a piscina e também aprendi que Deus cura se a pessoa quiser. A minha cura Ele quis. Para 2020, eu espero que eu vá para o parque aquático de novo e também aprenda mais coisas na escola”.

Menina que motivou fila gigante para doação de medula comemora a saúde e volta à escola

Júlia foi diagnosticada com leucemia quando tinha 1 ano e, em outubro de 2017, motivou uma fila gigante para doação de medula óssea. Foram quase 2 mil pessoas que participaram da ação.

No entanto, um doador compatível não foi encontrado e o organismo da menina não suportava mais quimioterapia.

Os médicos, então, sugeriram que Júlia fosse submetida ao transplante de medula haploidêntico, que é feito com alguém 50% compatível. No caso, o doador foi o pai Antônio Sérgio de Oliveira, em março de 2018.

Campanha para cadastro de medula óssea mobilizou centenas de pessoas em Tatuí — Foto: Arquivo Pessoal

A menina se recuperou da doença e, no dia 1º de abril, ela comemorou mais uma conquista depois do tratamento: voltou para a escola e foi recebida com muito carinho pelos colegas e professores.

Logo na entrada da Escola Municipal Eugênio Santos, ela foi recebida por abraços dos colegas e até com cartazes de boas-vindas na porta da sala de aula, além de uma festinha com direito a bolo para comemorar o retorno da menina.

Menina foi recebida com festa, cartazes e bilhetes de colegas de escola em Tatuí (SP) — Foto: Reprodução/TV TEM

Em 2019, Júlia também comemorou o aniversário ao lado de amigos e parentes e realizou o desejo de nadar em uma piscina. A festa representou para a família um recomeço.

“Participar de tudo isso foi um presente para a família toda”, afirmou Adriana Cristina Delalori Abrame de Oliveira, mãe da Júlia.

Fonte: G1

#Doações #escola #menina

2 visualizações

© 2020 Portal Saúde Agora. Tudo sobre SAÚDE em um só lugar!

  • Facebook
  • Instagram