top of page

Menina de 8 anos é a mais jovem do mundo a receber joelhos robóticos



A britânica Harmonie-Rose Allen, de oito anos de idade, se tornou a pessoa mais jovem do mundo a usar joelhos robóticos, uma prótese que ajudará a pequena a se locomover melhor. Ela perdeu parte das pernas, braços e nariz por conta de complicações em decorrência da meningite quando tinha apenas dez meses de idade.


A criança recebeu, três anos depois, próteses precárias que restringiam o seus movimento. Agora, com os novos joelhos, ela pode andar, sentar e se levantar com maior autonomia, sem precisar de ajuda. A prótese possui chassi e pé em fibra de carbono, além de um forro de silicone para proteger a pele.


Os joelhos robóticos contêm sensores biônicos que fazem leituras 100 vezes por segundo, possibilitando uma maior mobilidade à pequena. “Eu amo minhas novas pernas. Quando voltei para a escola e vi meus amigos, todos ficaram maravilhados”, conta Harmonie-Rose ao jornal The Sun.


A mãe da criança, Freya Hall, de 28 anos, explica que a filha ficou assustada com a prótese no começo. No entanto, quando ela começou a utilizá-las em casa, em menos de uma semana já estava acostumada.


Meningite


A meningite, doença que afetou Harmonie-Rose, é transmitida através das gotículas e secreções do nariz e da garganta, ingestão de água e alimentos contaminados e contato com fezes de infectados. Os sintomas variam de acordo com o paciente, mas alguns deles são: dor de cabeça, febre, rigidez do pescoço, náusea, vômito, mal estar, confusão mental e manchas vermelhas na pele.


Existem vacinas para prevenir alguns tipos de meningites bacterianas disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS). Para as virais, não existem imunizantes.


Fonte: Metrópoles

8 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page